• Blog
  • O guia completo do planejamento estratégico de marketing

O guia completo do planejamento estratégico de marketing

Fazer o marketing da maneira certa é essencial para o negócio. Para que a marca se destaque de um jeito positivo, a elaboração de um bom planejamento estratégico de marketing se destaca.

Basicamente, esse plano é um documento que reúne todas as ações e abordagens em relação à comunicação da marca. Ele pode ser usado para a empresa de forma completa ou para produtos ou serviços específicos. De modo simples, ele serve como um “mapa” para que seja viável alcançar um alto desempenho no mercado.

Mas, afinal, como elaborar esse plano? O que não pode ficar de fora? A seguir, veja algumas dicas essenciais sobre esse elemento e saiba como usá-lo rumo aos melhores resultados.

Para que serve o planejamento estratégico de marketing?

O plano de marketing é mais que um documento que reúne ações para colocar em prática. Ele serve como um apoio fundamental para atender a demandas específicas do negócio. Inclusive, isso tem a ver com a relevância de sua elaboração e dos impactos que ele gera nos resultados.

Para se convencer de vez sobre a necessidade de elaborar esse planejamento, veja qual é a importância do planejamento estratégico de marketing!

Apoiar objetivos organizacionais

Muitas vezes, o setor de marketing é visto pela empresa como uma opção eletiva ou supérflua. No entanto, a área é capaz de entregar resultados mais valiosos. Ao aliar marketing e vendas, por exemplo, é possível impactar diretamente a conquista de performance por parte do negócio.

Na prática, um bom plano de marketing é capaz de dar sustentação aos objetivos estratégicos da organização. Quer ver? Vamos imaginar que um empreendimento começa um plano de expansão, com a abertura de novas unidades em pontos estratégicos.

O planejamento de marketing servirá para posicionar a empresa corretamente nos mercados e alcançar o público. Além disso, ajudará a conquistar mais vendas e oportunidades, o que leva à consolidação dos objetivos inicialmente definidos.

Orientar a execução de estratégias

Elaborar um plano de marketing também serve para garantir que todo o time tenha as orientações necessárias para colocar as estratégias em prática. Principalmente, é uma forma de fugir do improviso e de fazer com que tudo aconteça de maneira bem estruturada.

É o caso, por exemplo, de definir um calendário editorial para a produção de conteúdo. Ou de prever quais serão as campanhas executadas para determinada data comemorativa para o negócio.

Assim, tudo ocorre de maneira mais estruturada, seguindo parâmetros específicos e adequados para as necessidades organizacionais.

Priorizar ações em relação aos objetivos

Também é crucial considerar que não há recursos disponíveis para colocar tudo em prática de uma só vez. É preciso estabelecer o que é mais importante a cada momento, de modo a selecionar as melhores atividades.

Nesse sentido, devemos considerar que o planejamento estratégico de marketing é essencial para priorizar ações. Ao definir quais passos executar e o que merece atenção, fica fácil entender quais são as alternativas que entregam os resultados desejados.

Trata-se de algo indispensável para alocar corretamente os recursos disponíveis e, assim, obter bom desempenho em relação ao que é realizado.

Profissionalizar a comunicação e as ações de posicionamento

Para ser estratégico, o marketing não pode ser feito de maneira amadora. Há cada vez mais competição pela atenção do público, então é preciso sair à frente e demonstrar profissionalismo. Inclusive, é uma forma de explorar os recursos disponíveis e de potencializar os resultados.

Com um plano estratégico, você tem uma espécie de “mapa” sobre como agir e quais objetivos devem ser alcançados. Tudo isso ajuda a garantir uma atuação consistente e que aproveita as práticas e oportunidades.

Quanto maior for o nível de profissionalização da comunicação, melhores são os resultados. Assim, o negócio consegue atingir um patamar mais interessante para os seus objetivos.

Aumentar a integração interna

A verdade é que um planejamento desse tipo também é útil em termos de comunicação interna e relacionamento entre os profissionais. Se um dos objetivos for integrar os times de marketing e vendas, por exemplo, um bom plano é essencial para que o processo aconteça da melhor maneira.

De qualquer forma, essa é uma solução que permite que todos saibam quais são as estratégias utilizadas, quais são os objetivos e quais são os resultados. Isso ajuda a sincronizar a atuação, o que diminui os riscos de erros ou perdas.

Além disso, um planejamento funciona como um componente de integração e que gera sinergia entre o time. Na prática, todos saberão qual é o destino desejado e poderão remar para a mesma direção!

Tomar decisões com mais qualidade

O planejamento estratégico de marketing não atua como um elemento fechado, que já antecipa todas as decisões e caminhos que devem ser seguidos. Diante de novos desafios e oportunidades, é natural que outras decisões precisem ser tomadas.

A existência do plano, inclusive, facilita esse processo. Entendendo quais são os objetivos, quais são as estratégias e onde estão as oportunidades, é possível tomar decisões mais adequadas e com uma base concreta.

Imagine, por exemplo, que uma empresa desenvolve um planejamento estratégico de marketing digital, que envolve criar um site para a marca. Após algum tempo, nota-se a necessidade de atrair mais visitantes de forma orgânica. Com base nas ações já previstas pelo planejamento, é possível antecipar o lançamento de um blog, por exemplo. Assim, a decisão é tomada de maneira estratégica e adequada ao contexto.

Quais os benefícios do planejamento de marketing digital?

Além de ter grande relevância para a conquista de resultados da empresa, a elaboração desse plano oferece outros benefícios. Ao reconhecer as vantagens, inclusive, você consegue se convencer de que essa é uma ferramenta indispensável para o sucesso.

Na sequência, veja quais são os pontos positivos do planejamento estratégico de marketing digital e entenda o que ele apresenta em termos de resultados!

Reforço da imagem do negócio

Quando o planejamento é feito corretamente, ele ajuda a garantir a execução adequada das estratégias mais indicadas — e esse é um dos pontos de maior importância. Na prática, isso afeta positivamente a maneira como a marca é percebida no mercado.

Basicamente, o planejamento estratégico de marketing traz a chance de o negócio profissionalizar a sua comunicação e o relacionamento com o público. Como tudo é feito de modo consistente, a percepção quanto ao empreendimento se torna mais positiva.

Essa é uma ótima forma, inclusive, de alcançar um público maior e de melhorar o reconhecimento de marca (ou brand awareness). Com isso, é possível até se fortalecer no mercado.

Geração de leads mais qualificados

Como dissemos, o planejamento estratégico de marketing favorece o alcance de objetivos comerciais e específicos do negócio. Para que isso seja possível, é preciso gerar oportunidades, que podem ser trabalhadas no funil de vendas.

Uma boa abordagem de marketing faz exatamente isso, porque ajuda a obter leads mais qualificados. Com a execução profissional das ações certas para o público-alvo, há um nível elevado de oportunidades.

Especialmente quando falamos na integração entre time de marketing e de vendas, isso é essencial. Afinal, os leads gerados serão trabalhados pelo time comercial e poderão se concretizar como oportunidades reais.

Aumento da taxa de conversão

A geração de leads é apenas o primeiro passo rumo a diversos objetivos estratégicos. Para dar continuidade a todo o caminho, o planejamento estratégico de marketing digital tem grande valor.

Ele pode prever, por exemplo, as estratégias certas de nutrição dos leads gerados. Assim, é possível fazer com que as pessoas atraídas tomem uma decisão. Como consequência, há um aumento nas vendas.

Principalmente, há como ampliar a taxa de conversão, de modo relativo. Ou seja, há um aproveitamento melhor das oportunidades, o que maximiza o desempenho de forma estratégica.

Reforço da fidelização de clientes

Nem só de novos clientes um negócio saudável deve viver. Também é preciso pensar em reter quem já teve alguma experiência com a marca, pois isso ajuda a aumentar a previsibilidade e diminuir os custos gerais.

A fidelização é possível, principalmente, graças à criação e à manutenção do relacionamento com o público. O planejamento de marketing digital, especialmente, pode prever diversos pontos de contato com o público e formas de manter a interação em alta.

Além disso, há questões como o posicionamento positivo, o alcance de público e o reforço de mensagens. Tudo isso coloca a marca em evidência no cotidiano do público e melhora a percepção geral. Assim, é possível conquistar mais clientes fiéis.

Antecipação de oportunidades e ameaças

Um planejamento estratégico de marketing ainda tem como função projetar diversos cenários e suas prováveis consequências. Quer ver? É o caso de um plano que define ações de “emergência”, caso haja uma queda nas vendas ou um produto encalhe no estoque.

Também é o que ocorre com um plano de marketing que prevê o lançamento de produtos diante de oportunidades específicas. Desse modo, mesmo que o cenário não esteja concretizado, é possível se antecipar.

Essa é uma ótima maneira de diminuir os riscos gerais de mercado e de melhorar a sua robustez. Principalmente, a atuação de marketing se torna ainda mais essencial para o alcance de um bom desempenho no setor.

Diferenciação de mercado

Uma boa atuação de marketing é fundamental para fazer com que a sua marca se destaque e consiga a atenção do público. Portanto, ter um plano estratégico completo é essencial para quem deseja se diferenciar.

Tráfego Orgânico: Guia completo para conquistar tráfego para seu sitePowered by Rock Convert

Isso acontece porque muitos negócios ainda encaram a comunicação com o público de forma pouco profissional e até improvisada. Quando você elabora um planejamento, por outro lado, consegue padronizar a atuação e segue rumo a objetivos específicos.

Toda a comunicação ganha mais qualidade e a priorização de ações otimiza o uso de recursos. Na prática, é uma forma de consolidar o seu negócio à frente de diversos concorrentes, o que aumenta o nível de oportunidades.

Melhoria do retorno sobre investimento

Além de tudo, um bom planejamento estratégico de marketing digital gera impactos em um dos principais indicadores: o Retorno sobre Investimento (ROI). Então, é possível aumentar o nível de sucesso da empresa e das ações executadas.

Primeiramente, o plano ajuda a distribuir e usar melhor os recursos. Longe de erros ou desperdícios, os custos se tornam menores. Inclusive, é possível aproveitar ao máximo os valores disponíveis.

Ao mesmo tempo, é algo que ajuda a ampliar o volume de resultados obtidos. Na prática, a relação entre lucros e gastos fica maior, o que representa uma elevação no nível do retorno.

Como elaborar o plano ideal?

Para obter todas as vantagens quanto ao planejamento estratégico de marketing digital, é fundamental executá-lo por partes. Cada etapa funciona como uma “camada” e ajuda a estruturar todas as ações futuras.

Uma elaboração sem atalhos, inclusive, é a melhor alternativa para garantir que os resultados estejam dentro do previsto. A seguir, veja quais são os pontos essenciais para otimizar as conquistas!

Entenda o perfil do público-alvo

Saber com quem a sua marca pretende falar é o primeiro passo para ter uma comunicação efetiva. Por isso, é fundamental fazer um reconhecimento completo a respeito do público-alvo.

A ideia é entender quais são seus interesses, as suas dores, os seus objetivos e outras questões de comportamento. Inclusive, vale a pena criar uma persona (ou várias delas). Essa é uma representação semi-fictícia do público e apresenta algumas características, como idade, sexo, profissão, dificuldades, comportamento de compra e assim por diante.

Também pode ser interessante segmentar o público. Ao dividi-lo em grupos menores, de acordo com certas características, fica mais fácil definir as ações específicas para cada grupo.

Avalie a concorrência

Fazer um diagnóstico da situação atual do negócio é indispensável para reconhecer como o planejamento estratégico de marketing digital pode ajudar. No entanto, não basta apenas olhar para dentro e é por isso que vale a pena analisar a concorrência.

Entenda quem são os seus maiores competidores, como eles se comunicam com o público e até quais oportunidades não são aproveitadas. A intenção não é copiar ou reproduzir algo feito por uma empresa e, sim, ter uma base de conhecimento para falar com as pessoas.

Com essa análise, inclusive, é possível escolher o melhor “local” para o posicionamento de marca. Isso aumenta as chances de diferenciação e torna o plano mais eficiente.

Defina os objetivos e metas

Agora que você já conhece as características do público e do próprio negócio, é indispensável estabelecer alguns objetivos e metas. São esses elementos que vão orientar a priorização de ações e a execução de diversas atividades.

Para facilitar o acompanhamento e o alcance de resultados, as metas devem ser mensuráveis e quantificáveis. Em vez de apenas definir o aumento de vendas como objetivo, estabeleça “elevar as vendas em 30% no trimestre”, por exemplo.

Embora seja relevante ter metas desafiadoras para elevar as conquistas, ainda é importante que elas sejam alcançáveis. Assim, é possível garantir que o plano saia conforme o esperado.

Determine um orçamento

Em seguida, é o momento de definir um aspecto essencial do planejamento estratégico de marketing: o orçamento. Estabelecer o quanto poderá ser gasto evita desperdícios e ajuda a priorizar corretamente as atividades.

Não existe um valor mínimo (ou máximo) para o marketing da empresa, mas tudo depende das suas metas. Quanto maior for a ambição quanto à conquista de resultados, maior deverá ser o orçamento.

Em contrapartida, é possível investir no marketing digital para potencializar o desempenho sem aumentar os custos na mesma medida. Desse jeito, fica mais fácil alcançar uma boa performance.

Estabeleça um cronograma

Para melhorar o controle e garantir uma atuação interessante, o planejamento estratégico de marketing deve ser acompanhado por um cronograma. A intenção é determinar o que acontece em qual momento e quais são os prazos de execução.

O cronograma, inclusive, pode se manifestar na forma de calendário editorial. Se a ideia for fazer campanhas sazonais, é preciso se planejar para que elas estejam prontas para cada data comemorativa, por exemplo. Já a criação de um blog exige um planejamento quanto à publicação de postagens.

O prazo quanto ao plano de marketing varia para cada negócio. No entanto, se seus objetivos forem em longo prazo (como obter fidelização ou melhorar o reconhecimento de marca), as ações também devem se prolongar.

Trace as estratégias, táticas e ações

Depois dessas definições iniciais, é o momento de estabelecer o que será colocado em prática, efetivamente. Como dissemos, o foco deve ser priorizar para distribuir melhor os recursos dentro das possibilidades existentes.

No geral, as estratégias e táticas dependem da união entre público-alvo, objetivos e diagnóstico da situação. Se as vendas estão em baixa porque as pessoas acham os produtos caros, é preciso definir ações que demonstrem a qualidade e o valor agregado. Se o problema for a fidelização, será necessário reforçar o relacionamento.

Quando pensamos em estratégias, também temos que considerar as configurações das campanhas. De um anúncio na TV a link patrocinado no Google, é essencial saber configurar corretamente as abordagens.

Selecione os canais de comunicação

Já que estamos falando nas ações do plano estratégico de marketing, é necessário considerar quais serão os canais de comunicação utilizados. Novamente, tudo depende dos seus objetivos, do seu orçamento e do diagnóstico da situação.

É possível escolher os canais tradicionais da mídia offline, como televisão, jornais, revistas e rádio. Também temos o conceito de mídia out of home ou fora de casa, como banners, outdoors e painéis.

Dentro da proposta de planejamento estratégico de marketing digital, há muitas possibilidades. Dá para pensar na criação de site ou blog, no uso das redes sociais, no e-mail marketing e assim por diante. Para ter os melhores resultados, vale selecionar canais diferentes e integrá-los.

Indique as ferramentas de apoio

Além disso, é interessante pensar nas ferramentas de apoio que são necessárias para que as estratégias deem certo. Elas incluem recursos diversos, como plataformas, sistemas e softwares. O principal impacto é que essas são alternativas que ajudam a executar as atividades em busca de performance.

Se o objetivo for consolidar a fidelização, por exemplo, vale a pena contar com um CRM. Ele também é útil para a geração e para a nutrição de leads, o que leva a um aumento de performance.

Outras possibilidades são as ferramentas de automação de marketing (como recursos de disparo de e-mail), plataformas de análise dos resultados (de sites e redes sociais), monitores de desempenho e assim por diante. Com ferramentas altamente qualificadas, a execução é favorecida.

Mensure os resultados

O seu planejamento estratégico de marketing também deve incluir uma abordagem completa quanto à mensuração e à interpretação dos resultados obtidos. Somente assim é possível ter controle para entender o que tem funcionado e o que precisa de atenção, por exemplo.

Para que a medição seja eficiente e estratégica, é recomendado definir os indicadores-chave de performance (KPIs). Eles trazem bons indicativos do desempenho das estratégias e representam uma visão real.

São diferentes das métricas de vaidade (como número de curtidas ou visualizações), que não representam impactos reais nos negócios. Entre os KPIs mais importantes para a estratégia de marketing, estão:

  • número de leads gerados;
  • taxa de conversão.
  • custo de aquisição do cliente (CAC);
  • ticket médio;
  • lifetime value (LTV);
  • índice de satisfação dos clientes;
  • taxa de recompras;
  • alcance de público;
  • taxa de engajamento;
  • taxa de rejeição (ou churn rate);
  • retorno sobre investimento (ROI) e assim por diante.

Reveja e adapte o plano periodicamente

Tão importante quanto medir os resultados é saber como aplicá-los e quais impactos eles têm. Por isso, é fundamental utilizar essas informações coletadas para saber como conquistar um desempenho otimizado.

A partir das informações dadas pelos indicadores, é possível entender quais estratégias têm funcionado e quais precisam ser adaptadas. Também é uma forma de compreender quais são os impactos reais do marketing no negócio e como o planejamento tem ajudado.

Inclusive, não deixe que o plano fique desatualizado. Procure novidades, reconheça novas necessidades e faça com que ele reflita novos momentos da empresa e do público, com evolução constante.

Conte com o apoio de uma agência

É possível realizar o planejamento estratégico de marketing por conta própria. No entanto, ter a ajuda de quem é especializado e experiente no assunto vai tornar o plano mais robusto e mais eficiente.

É por isso que vale a pena recorrer a uma agência de marketing. A empresa conta com profissionais preparados, além de saber aplicar as melhores ferramentas e estratégias. Então, é uma forma de ter um plano mais completo e efetivo.

Inclusive, contratar uma agência de marketing digital é positivo para ter a melhor execução das ações. Como tudo acontece de modo profissional, aumentam as chances de o negócio atingir os objetivos definidos.

O planejamento estratégico de marketing é crucial para que o seu negócio saiba o que fazer para se comunicar e se posicionar no mercado. Com a elaboração estruturada, é possível obter muitas vantagens organizacionais!

Já que estamos falando nas ações e estratégias certas, como anda o site da sua empresa? Solicite a sua análise gratuita e veja qual é o seu desempenho digital!

O guia completo do planejamento estratégico de marketing

O guia completo do planejamento estratégico de marketing