• Blog
  • Entenda por que a análise de resultados é importante!

Entenda por que a análise de resultados é importante!

Entenda por que a análise de resultados é importante!

Entenda por que a análise de resultados é importante!

Uma empresa precisa ser cada vez mais autossuficiente. Os próximos passos devem estar nos próprios dados dos seus resultados, e é por isso que é tão importante analisar todo tipo de informação: marketing, vendas, produção, atendimento, financeiro etc.

Entenda como e porquê a análise de resultados deve ser feita no seu negócio, e saiba quais são os principais indicadores que você deve utilizar para fazer esse tipo de gestão. 

No mundo corporativo, é fundamental que os gestores e colaboradores estejam cientes de tudo o que está acontecendo interna e externamente em relação à sua empresa. Uma das melhores maneiras de fazer esse trabalho é por meio da análise de resultados.

Essa análise é capaz de mostrar aos profissionais o status que a empresa tem no mercado, auxiliar no controle de informações relacionadas aos custos, às receitas e às despesas, e identificar o que pode ser melhorado. Além disso, essa mensuração de resultados ajuda na criação de simulações para que, posteriormente, a empresa gere melhores estratégias.

Realizar o seu trabalho sem nenhum norte pode significar possíveis grandes erros, colocando a saúde da organização em cheque. Assim, é fundamental tomar decisões baseadas em insights analisados de acordo com o objetivo do negócio.

Se você quer saber por que deve investir cada vez mais no assunto, continue a leitura deste artigo. Além de entender melhor sobre a análise de resultados, você vai conhecer os principais indicadores e o que cada um deles quer dizer. Confira!

O que é possível fazer com a análise de resultados?

Quando trabalhamos com análise de resultados de um negócio, temos como principal objetivo entender melhor qual vem sendo o desempenho de acordo com as atuais decisões internas. Além disso, é necessário entender qual é a influência que o ambiente externo gera.

Tudo isso permite entender o cenário atual e prever os próximos passos de uma maneira mais objetiva, estratégica e eficiente. Confira mais detalhadamente o que muda a partir do momento que criamos a cultura de verificação do desempenho e por que isso é tão importante.

Analisar o status atual da empresa

Antes de pensar em um planejamento para novas estratégias, é essencial que os gestores de uma empresa saibam exatamente o status e o lugar que ela ocupa atualmente no mercado. Por meio de uma análise de resultados, é possível criar relatórios com informações precisas sobre o que o negócio está produzindo e como ele está se mantendo em relação à concorrência.

Realizar um bom controle das informações

Uma análise de resultados é responsável por obter informações precisas e ágeis sobre a empresa, realizando um bom controle desses dados. Com um sistema de gestão de recursos, é possível fazer com que essa análise seja uma excelente base de otimização efetiva dos seus negócios. Ter um bom controle das informações da sua empresa vai permitir o planejamento das melhores estratégias.

Identificar o que pode ser melhorado

Nem sempre as empresas colocam em prática as melhores ideias e ações, por isso, é muito importante investir em um trabalho de identificação dos fatores que podem ser melhorados. A análise de resultados consegue transmitir dados precisos sobre campanhas e técnicas que poderiam ter engajado mais o público, e estratégias que teriam um melhor desempenho caso fossem feitas de outra maneira, por exemplo.

Auxiliar na criação de simulações

Para colocar em prática as melhores estratégias, é fundamental que as empresas façam simulações para analisar o que tem mais chances de dar certo. Uma análise de resultados fornece aos gestores uma grande quantidade de informações que auxiliam no planejamento desse processo. Com dados cada vez mais precisos, as simulações podem se aproximar ainda mais da realidade do mercado.

Gerar melhores estratégias

Provavelmente, essa é uma das principais funções da análise de resultados. Gerar melhores estratégias para conquistar o mercado e o público é o objetivo de todas as empresas. Ao obter todos os relatórios com informações sobre consumidores, o que pode ser melhorado, o status atual do negócio, entre outros dados, é possível gerar melhores estratégias.

Não tem retorno mais rápido do que
Publicidade Online. Então não perca tempo!

Vamos conversar →

Qual é o impacto da análise de resultados para o marketing?

Até aqui, foi entendida a importância dessa prática para o seu negócio como um todo, mas como o marketing pode ser guiado com esse conceito analítico?

Esse setor também é um dos que mais necessitam da análise de indicadores. O planejamento das campanhas de marketing só é construído a partir do momento que os desempenhos anteriores são entendidos, além de verificar as perspectivas de mercado — isto é, concorrência, consumidores, público-alvo, entre outros.

Quando se fala de inbound marketing, a estratégia de construção depende de um responsável para acompanhar diariamente os diversos KPIs da área. Só com isso a empresa consegue construir seus próximos passos, como a criação de conteúdos e o acompanhamento de leads durante a jornada de compra.

Quais fatores devem ser considerados na análise?

Agora que você sabe o que é possível fazer com uma análise de resultados, é fundamental conhecer os fatores que devem sempre ser considerados.

Há diversas variáveis, indicadores interessantes e ações necessárias, mas separamos os principais, que são comuns a diversos negócios. Cada um deles apresenta um resultado que é importante para verificar se o atual planejamento estratégico vem tendo um bom comportamento.

Caso necessário, é aqui que vamos entender quais são as ações que necessitam de um plano de ação para mudar os resultados. Confira quais são os principais indicadores.

Custo de aquisição do cliente

O custo de aquisição do cliente (CAC) é um indicador muito importante para mostrar quanto vale um cliente para o seu negócio. É interessante avaliar esse dado comparando-o a algumas métricas, como o lifetime value (LTV, ou valor do cliente pelo tempo de relacionamento) e o ticket médio.

Lucratividade do negócio

O objetivo de todo negócio é gerar lucro, mas é comum empresas faturarem muito e não apresentarem um retorno interessante para o empreendedor. Isso acontece quando a margem de lucro não foi calculada corretamente ou quando os custos para a manutenção da operação estão muito elevados.

Ao optar por ter o próprio negócio, é essencial estudar o mercado de atuação, avaliar o preço médio praticado na sua região e acompanhar os seus concorrentes. Dessa forma, é possível encontrar a margem de lucro ideal, praticando preços competitivos e oferecendo soluções que diferenciam os seus produtos dos concorrentes. Se a sua lucratividade não está legal, coloque em prática essas ações.

Orçamento das áreas

A análise de resultado é uma ferramenta essencial para planejar as próximas diretrizes do seu negócio. De acordo com o seu desempenho, você deve já deixar separado um orçamento para cada departamento do seu negócio. O ideal é que a previsão de orçamento seja seguida ao longo do ano, mas pode acontecer de ele “estourar”.

Faça um controle do desempenho ao longo do ano, e não apenas a análise de resultado. Dessa forma, será possível corrigir a sua rota, caso seja necessário. Além disso, não se esqueça de colocar na sua rotina operacional o cálculo do ROI (Return on Investiment, ou retorno sobre o investimento) das suas decisões, de forma isolada e analisando o todo.

Impacto no público-alvo

Quando falamos de marketing digital, determinadas métricas são fundamentais para entender a relevância do negócio nesse ambiente. Em função disso, alguns números que proporcionam esse entendimento são: alcance, engajamento e seguidores.

Apesar de serem as mais comuns, essas métricas nem sempre são analisadas corretamente. Sendo assim, não é possível aproveitá-las da melhor maneira para a tomada de decisão.

A primeira corresponde ao tamanho de uma fatia do mercado que vem sendo impactada pelas suas campanhas de marketing. A segunda métrica representa quais são as pessoas que, de uma certa forma, se envolvem com seu conteúdo.

A terceira, e não menos importante, é relacionada aos seguidores. São pessoas que se interessam pelo seu produto ou serviço, mas que não necessariamente já são consumidoras da sua marca. Esses seguidores podem ser potenciais consumidores, que precisam ser nutridos para vir a consumir da sua empresa.

Projeção de fluxo de caixa

A projeção de fluxo de caixa é feita com base no resultado de desempenho do ano anterior multiplicado pela inflação do ano vigente. Ela é uma previsão das entradas e saídas, podendo ser atualizada no decorrer do ano.

Projetar o fluxo de caixa é interessante, principalmente para negócios com receita previsível, pois isso traz uma segurança para as tomadas de decisões ao ter ciência da quantia que você terá no caixa em determinado período.

Planejamento estratégico

Todas as ações que citamos acima devem fazer parte do seu planejamento estratégico. É impossível pensar no desempenho do seu negócio sem mensurar a análise de resultados e se organizar para o próximo ano. O ideal é que seja desenvolvido um planejamento corporativo, ou seja, um planejamento macro, e que ele seja desmembrado em outros conforme os departamentos.

O planejamento estratégico é o momento em que o seu negócio define quais serão as metas e estrutura um plano de ação para alcançá-las. Nesse processo, são feitas análises de riscos e é mensurada a previsão de retorno sobre os investimentos, ou seja, o quanto a sua empresa deve crescer ao aplicar essas ações.

Você percebeu que criar uma cultura de análise de resultados na sua empresa é fundamental para fazer o seu negócio se desenvolver e evoluir cada vez mais, certo? Para fazer isso, defina os principais indicadores que serão analisados. A liquidez, o endividamento, a rentabilidade e o prazo de recebimentos e de pagamentos são alguns exemplos que podem ser utilizados por qualquer tipo de negócio.

Outra maneira de fazer uma análise de resultados é por meio de uma matriz SWOT, que analisa pontos fortes e fracos, oportunidades e ameaças. Lembre-se de sempre fazer o monitoramento dos seus indicadores. Somente o acompanhamento mês a mês permite que você possa corrigir eventuais tomadas de decisões que não foram positivas para o negócio.

Você já realizou algumas dessas análises ou quer entender alguma coisa mais específica? Deixe um comentário logo abaixo e aguarde que nós, da Via Agência Digital, vamos responder.

Avalie este post: