Plano de Marketing: por que toda empresa de sucesso deve fazer o seu?

Plano de Marketing: por que toda empresa de sucesso deve fazer o seu?
Plano de Marketing: por que toda empresa de sucesso deve fazer o seu?

Você sabe como elaborar um plano de marketing? Para conseguir conquistar sucesso no mercado, é essencial que o gestor da empresa saiba tomar decisões importantes e bem embasadas. Um bom planejamento das ações de marketing pode se traduzir em um instrumento extremamente apropriado para se organizar melhor e aperfeiçoar estratégias de divulgação e investimentos.

Infelizmente, muitos empreendedores ainda tem a visão equivocada de que investir em um plano de marketing é algo pouco vantajoso. Mas, para que você entenda seu real valor de uma vez por todas, neste artigo apresentamos a importância que ele tem para os seus negócios. Continue a leitura e confira!

O que é o plano de marketing?

Diferente do que a maioria das pessoas acredita, toda empresa de sucesso deve ter um plano a acompanhar. De nada adianta agir de forma desordenada e aleatória. Afinal, os objetivos só são alcançados de maneira satisfatória e precisa quando existe disciplina e organização.

O plano de marketing é a definição exata do caminho que precisa ser seguido. Podemos considerá-lo, assim, como uma base das estratégias e também dos investimentos ideais de um negócio. Esse planejamento pode ser focado para o desenvolvimento da marca ou até mesmo por um produto ou serviço específico. O importante é que ele guie as ações estratégicas da sua empresa.

Geralmente, os planos são formulados a longo prazo; contudo, conforme a empresa vai caminhando e orientando as ações a cumprir, os planos podem ser reavaliados e, se preciso, reposicionados. Isso acontece porque muitos fatores do micro e macroambiente podem influenciar os resultados obtidos.

Quais as principais informações que devem ser citadas em um plano de marketing?

Se você busca entender como elaborar um plano de marketing, é preciso levar em consideração que algumas informações são essenciais para o planejamento estratégico e precisam, necessariamente, ser citadas e analisadas em algum momento.

É preciso fazer uma avaliação das perspectivas de mercado, ampliar os conhecimentos da sua equipe sobre o cliente e suas reais necessidades e desejos, identificar as oportunidades de negócios, avaliar a concorrência, entre outras coisas.

E para te ajudar a não esquecer de nenhuma informação importante, abaixo listamos algumas perguntas que precisam ser respondidas ainda na fase de elaboração do seu plano de marketing. Confira:

  • Quem representa a sua marca?

    É impossível estabelecer uma comunicação eficiente com a seu público se você não souber exatamente quem é, certo? Por isso, é fundamental definir uma identidade clara e objetiva antes de começar a divulgar a sua marca por aí.

    A identidade de uma marca está relacionada com o que ou quem ela é. Quais são as suas características, objetivos, missão e valores. É preciso identificar o que faz a sua marca ser única e quais são os seus principais diferenciais. Após responder essas perguntas vai ser muito mais fácil construir uma apresentação adequada para o seu negócio, capaz de convencer o seu público-alvo.

  • Quem são seus clientes?

    Por falar em público-alvo, você precisa saber exatamente para quem está falando. Quem são os seus clientes? Quais são os seus desejos, necessidades e interesses? Cada uma dessas questões vai influenciar diretamente na comunicação da sua marca e, consequentemente, no seu plano de marketing.

    Uma boa forma de entender o seu público é observando e pesquisando os seus clientes atuais. Você pode segmentá-los de acordo com os tipos de produtos ou serviços consumidos e, assim, traçar perfis mais claros de potenciais clientes.

  • Quais são as principais tendências do mercado?

    Ninguém sobrevive sozinho no mercado. Entender e acompanhar as tendências do segmento de atuação do seu negócio é uma tarefa fundamental para quem quer se manter competitivo e lucrativo.

    A tecnologia possibilitou um avanço muito rápido das tendências, o que pode ajudar ou atrapalhar muito o crescimento de uma empresa. Para se destacar você precisa estar atento as principais novidades lançadas e identificar aquelas que podem gerar oportunidades — ou até mesmo ameaças — para o seu negócio.

  • Qual é o seu diagnóstico do mercado?

    Depois de entender o cenário do mercado e suas principais tendências, é preciso fazer um diagnóstico sobre as reais capacidades do seu negócio se desenvolver no segmento. Ou seja, chegou a hora de traçar um rumo para a sua empresa a curto, médio e longo prazo.

    Quais são as oportunidades que o mercado oferece? De que forma é possível estabelecer um diálogo lucrativo com o seu público? Uma análise detalhada vai te ajudar a responder essas questões e, a partir disso, criar uma estratégia de marketing.

    Para realizar um diagnóstico do mercado, lembre-se o macroambiente (política, economia, tecnologia etc) e o microambiente (concorrentes, fornecedores, funcionários e clientes) em que a sua empresa está inserida.

Como o plano de marketing deve ser construído?

Todo plano de marketing passa, necessariamente, por três etapas: planejamento, implantação e avaliação. Todas elas são importantes para o sucesso das suas ações como um todo e, por isso, não podem ser ignoradas. Descubra o que precisa ser trabalhado em cada uma delas.

  • Planejamento

    A etapa de planejamento é uma das mais importantes de um plano de marketing. Afinal, nela são feitas todas as análises, estudos e observações que vão orientar as ações estratégicas da empresa.

    Durante o planejamento é importante analisar as informações a partir da matriz SWOT, que identifica as forças, fraquezas, ameaças e oportunidades da empresa no mercado. Nessa etapa também se criam as personas e o posicionamento da marca, assim como o seu objetivo final.

    Lembre-se que as informações definidas no planejamento vão servir como base para cada ação desenvolvida a partir de então. Quanto mais objetivas e completas elas forem, maiores as chances de alcançar os resultados pretendidos.

  • Implementação

    De nada adianta criar um plano de marketing perfeito se ele não for colocado em prática, não é mesmo? É na etapa de implantação que as ações começam a ser executadas, garantindo a conquista de cada objetivo e meta traçado pela empresa durante o planejamento.

    Para que tudo funcione bem, é importante que as etapas de implementação sejam definidas ainda nas etapas de organização. Desenvolva um plano de ação detalhado, que indique o período de execução de cada estratégia, os métodos usados e até mesmo os custos necessários para colocá-los em prática.

    É importante que toda a sua equipe esteja envolvida e bem informada durante essa etapa, garantindo a qualidade da ação que está sendo executada. Dessa forma você evita que as campanhas acabem saindo do controle.

  • Avaliação

    Tão importante quanto planejar e colocar em prática, é fazer a análise de resultados. Afinal, é nesse período que será possível verificar que as ações foram bem executadas, seguiram o plano estabelecido e se alcançaram as metas esperadas.

    O ideal é que a avaliação seja feita frequentemente, de acordo com a demanda de cada negócio. Assim, é possível identificar as ações que não alcançaram bons índices, fazer ajustes em tempo otimizado e melhorar os resultados em longo prazo.

Não tem retorno mais rápido do que
Publicidade Online. Então não perca tempo!

Vamos conversar →

O que o planejamento estratégico pode fazer por sua empresa?

Dentro do plano de marketing, encontra-se outro importante conceito para o seu negócio: o planejamento estratégico. Ele é idealizado para que a empresa não se alicerce em decisões precipitadas ou até mesmo obsoletas em relação aos cenários que o mercado oferece.

Com este programa de ações, os passos a tomar são mais bem definidos e realizados dentro do tempo adequado. Ele é composto por estratégias baseadas em uma análise interna da empresa, do público-alvo, do mercado e também de seus concorrentes. Os “achismos” são deixados de lado e tudo é colocado em prática de forma pensada e programada.

Ao desenvolver um bom planejamento estratégico dentro do seu plano de marketing, a empresa será capaz de alcançar e, até mesmo, superar as metas pré-estabelecidas, otimizando seus resultados como um todo.

O que não pode faltar em seu plano de marketing?

Na hora de desenvolver um planejamento estratégico, é conveniente que esse documento seja detalhado e pensado a longo prazo. Mas, não se preocupe. Assim como o plano de marketing, ele também é versátil — o que o torna adaptável de acordo com a realidade da empresa.

E para te ajudar nessa etapa tão importante, listamos alguns pontos que não podem deixar de compor seu planejamento estratégico. Veja alguns exemplos abaixo:

  • Benchmarking

    A fim de conseguir elaborar uma ótima tática de mercado, é imprescindível que você conheça seus concorrentes. Comparar suas soluções e pontos negativos e positivos da organização faz com que você entenda com precisão onde você é mais forte e competente — e em que ainda precisa se concentrar para melhorar.

  • Persona

    O termo “persona” é muito usado no marketing digital e tem um papel importante dentro de seu planejamento. Esse item significa uma análise de quem receberá o seu conteúdo na web ou em outros canais de divulgação e relacionamento, apontando-se como um exemplar de seu público-alvo.

    Para defini-lo, é fundamental que haja o conhecimento de quem ele é, de maneira global e específica. Ou seja, vai além das informações básicas acerca de sexo, idade e região de moradia e também busca identificar dados como interesses e gostos pessoais.

  • Comportamento do consumidor

    O comportamento do consumidor complementa a definição da persona ou público-alvo. Esse estudo é produzido para que a empresa compreenda o que leva essas pessoas a consumir ou não os seus produtos e serviços.

    Conhecendo os comportamentos de consumo do seu público, ficará muito mais fácil estabelecer estratégias ainda mais eficientes e potencializadas para conquistá-lo.

  • Resultados anteriores

    Para saber se suas táticas estão obtendo retorno apropriado ou não, é possível comparar os resultados atuais com os que foram adquiridos anteriormente. Isso possibilitará a verificação do crescimento que a empresa teve, dentro de um determinado período de apuração.

    Os resultados anteriores também são úteis para auxiliar na definição de metas e projetar os lucros e investimentos futuros. Por isso, não os ignore!

Viu só como o plano de marketing é importante? Lembre-se que com organização, planejamento e trabalho duro nossas dicas vão te ajudar a desenvolver uma estratégia que gere resultados de sucesso reais para a sua empresa!

E agora que você já sabe como elaborar um plano de marketing realmente eficiente, que tal conferir outros conteúdos que vão te ajudar a alavancar o seu negócio? Baixe o nosso e-book exclusivo e tenha acesso um conteúdo super bacana sobre Inbound Marketing.

Junior Venturin Daniel

Formado em Marketing pela Universidade Vila Velha/ES. Trabalha com web desde 1999 e já participou de centenas de projetos digitais. Atualmente, dedica-se a ajudar os clientes a extraírem o máximo das oportunidades da Internet e, sobretudo, a se adaptarem às mudanças impostas pela transformação digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receba novidades