• Blog
  • Você conhece a diferença entre gasto e investimento?

Você conhece a diferença entre gasto e investimento?

Você conhece a diferença entre gasto e investimento?

Você conhece a diferença entre gasto e investimento?

Quando falamos sobre orçamento, geralmente consideramos as entradas de recursos como positivas e as saídas como negativas. No entanto, você sabe qual é a diferença entre gasto e investimento?

Para manter uma empresa financeiramente saudável é preciso ter em mente que esse cálculo não é tão simples quanto parece, e que é possível gastar valores que sejam realmente significativos, mas que levem a ganhos relevantes do futuro.

Pensando nisso, criamos este artigo explicando tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

O que são os gastos?

Conceito extremamente amplo da gestão financeira, os gastos estão sempre relacionados à compra de algo. Todos os bens e serviços adquiridos, como fornecedores, matéria-prima, mão de obra, máquinas e infraestrutura podem ser considerados gastos em algum momento.

São considerados gastos também aqueles itens que não estavam no orçamento inicial, mas que são necessários para a manutenção das atividades de determinada empresa. Nesse caso, esses valores se tornam imprevisíveis, nem sempre podem ser repassados para o cliente final e consequentemente geram prejuízo para o negócio.

Então você deve estar se perguntando: os gastos estão relacionados a todo o dinheiro usado pela empresa? Bom, é praticamente isso. O que vai diferenciar e definir a relevância de cada um desses valores gastos será o processo de identificação dos custos, das despesas e dos investimentos.

O que são os investimentos?

Os investimentos são aplicações de recursos que têm como principal objetivo gerar um retorno vantajoso e lucrativo no futuro. Ou seja, eles são essenciais para fazer uma empresa crescer e se desenvolver a médio e longo prazo.

Em gestão financeira esse conceito está relacionado a todo o dinheiro despendido com a intenção de aumentar as vendas e, consequentemente, os ganhos de um negócio. Embora muitas vezes sejam custosos, os investimentos têm o potencial de aumentar a capacidade de produção, distribuição e divulgação de forma a gerar lucros significativamente maiores do que os valores investidos.

Mas atenção: é preciso estar sempre atento e estudar cada um dos seus investimentos com cuidado. Dessa forma você evita que eles se transformem em gastos desnecessários, que geram prejuízo para a sua empresa.

Por que o marketing digital é um investimento?

Quando falamos em marketing digital, é preciso ter em mente que ele está sempre relacionado a um investimento. Isso acontece porque ele pode gerar diversas vantagens e diferenciais competitivos para a sua empresa, impactando diretamente nos resultados alcançados no curto, médio e no longo prazo.

Embora existam alguns investimentos em marketing digital que não reflitam diretamente em um aumento nas vendas, eles podem ser essenciais para o posicionamento e o crescimento da sua marca, além da melhoria no relacionamento com o consumidor.

Outra grande vantagem do marketing digital é a possibilidade de acompanhamento e análise de resultados. Com o uso de algumas ferramentas é possível identificar o retorno real de cada uma das ações realizadas nos ambientes online, focando suas campanhas em estratégias que realmente apresentem resultado.

Muito bacana, não é? Como você pôde perceber, conhecer cada um desses conceitos é essencial para melhorar a gestão financeira da sua empresa e investir em metodologias e serviços que realmente apresentem resultados.

Agora que você já sabe a diferença entre gasto e investimento, que tal conhecer outros conceitos que podem ajudar o seu negócio? Descubra de uma vez por todas o que é ROI em marketing digital e como calculá-lo!

Junior Venturin Daniel

Formado em Marketing pela Universidade Vila Velha/ES. Trabalha com web desde 1999 e já participou de centenas de projetos digitais. Atualmente, dedica-se a ajudar os clientes a extraírem o máximo das oportunidades da Internet e, sobretudo, a se adaptarem às mudanças impostas pela transformação digital.