Entenda agora como funciona a correspondência de palavras-chave

Entenda agora como funciona a correspondência de palavras-chave
Entenda agora como funciona a correspondência de palavras-chave

Certamente se você já vem se aprofundando mais sobre SEO e Inbound Marketing, em algum momento ouviu falar sobre correspondência de palavras-chave. Extremamente importante para as estratégias, ela servirá para gerar mais resultados para o seu conteúdo.

Quanto melhor forem essas correspondências, melhor seu texto será apresentado no ranqueamento nos mecanismos de buscas. Entretanto, muitas pessoas, ao trabalharem seu Marketing Digital, não compreendem o suficiente sobre elas e tomam decisões erradas.

Além disso, ignorá-las pode ser um erro fatal e uma das principais causas para gerar baixo ranqueamento do blog. É justamente por esse motivo que você precisa entender melhor como funciona esse assunto.

Ficou curioso para saber mais? Neste conteúdo, vamos explicar o que significa a correspondência, quais são os tipos diferentes e quais os principais resultados gerados para cada um deles. Confira e boa leitura!

O que é a correspondência de palavras-chave e qual sua importância?

Basicamente, quando falamos sobre esse assunto, estamos levantando sobre quais são as formas que os termos de busca — ou seja, palavras-chave — aparecem nas definições estratégicas do Google Ads. Basicamente, quanto mais amplo for a correspondência, mais tráfego será gerado para aquela determinada KW.

Em contrapartida, quanto menor for a correspondência, maior relevância a palavra-chave terá para o seu lead. Sabendo do impacto que ambos casos podem gerar, é preciso conhecer mais antes de definir qualquer estratégia de SEO.

Essa definição parte de uma análise de resultados bem-definida dos seus objetivos com Inbound Marketing e com o resultado que você espera alcançar na sua empresa. A partir do momento que você reconhece o que é mais relevante para o negócio, mais objetivo será o seu plano de mídia.

É por esse motivo que estamos destacando a importância da correspondência de palavras-chave. Caso seu visitante não digite especificamente a KW, a correspondente poderá retornar o seu conteúdo para ele, uma vez que tenha definido quais são as correspondências.

Em outras palavras, o principal objetivo aqui é não limitar o artigo ou material apenas para as palavras-chave específicas, mas sim às pequenas variações ligadas a ela. Além disso, existem diferentes tipos de correspondência e cada uma pode apresentar um impacto diferente para sua estratégia de marketing digital. Logo mais, vamos explicar as variações existentes antes de você realizar suas tomadas de decisão.

Quer descobrir como implementar essas táticas e criar um site de alto desempenho que atraia clientes?

Vamos conversar →

Quais são os tipos de correspondência de palavras-chave?

Como adiantamos, existem variações para correspondência. No Google Ads, ao fazer a sua pesquisa, é possível encontrar cada um dos tipos ligados à sua palavra-chave. Entretanto, é preciso entender o que cada um significa, do contrário, podemos colocar em risco suas estratégias de SEO.

O objetivo criado pelo Google para fazer essas variações é se adequar com o intuito que cada empresa trabalha. Seja para definir melhor os caminhos a serem tomados, conhecer a resposta do público-alvo para um determinado produto ou, até mesmo, gerar um nicho extremamente qualificado.

Na campanha de Rede de Pesquisa dentro do Google Ads, à medida que reconhece quais são os passos a serem tomados, você pode identificar qual o nível de concorrência, quais são as variações para a palavra-chave, qual tipo de investimento deve ser feito, entre outros aspectos.

Correspondência Ampla

A primeira de todas, sem sombra de dúvidas, deve ser a correspondência ampla. Mas por que focamos e sempre iniciamos o assunto falando dela? Como o próprio nome já diz, estamos lidando com palavras-chave com alta concorrência entre as empresas.

Ela permite que seu lead possa pesquisar a palavra-chave e, assim, seu conteúdo será exibido caso ela tenha utilizado algum sinônimo, pluralidade, entre outras possíveis variações.

Em contrapartida, esse tipo de correspondência aumenta muito o seu tráfego, o que pode trazer um público fora do propósito e que não tenha nenhum tipo de interesse em sua oferta. Apesar disso, o Google já definiu uma forma de evitar esse cenário, que é a inclusão de palavras-chave negativas. Sendo assim, caso você as definam, seu conteúdo não será exibido para pesquisas feitas com esses termos.

Para finalizar, indicamos esse tipo de situação para somente quem está iniciando seu negócio e precisa gerar uma determinada reputação digital no mercado que ainda não existe. Nos casos de empresas que estão iniciando seus conteúdos, em geral, mais focados em topo de funil, você também pode investir nelas.

Modificador de Correspondência Ampla

Assim como o item anterior, o modificador de correspondência ampla permite a palavra-chave ser mutável com a inclusão de pequenas variações, como o uso de preposição.

Ele é sinalizado por meio do símbolo de soma (+). Uma forma de entender é por meio do exemplo: ao usar “+ tintas” e “+ cores”, seu anúncio poderá ser impactado para pessoas que façam pesquisas incluindo esses termos, como: “tendências de cores de tinta” ou “melhores cores de tinta no mercado”, entre outros.

Esse tipo é para quem quer otimizar o seu tráfego, mesmo que ela seja menor e não precise depender apenas da correspondência ampla.

Correspondência de Frase

Aqui, o principal foco é melhorar a segmentação do seu público. Definida pelas aspas (“), a correspondência de palavras-chave por meio de frase é quando o termo especificamente foi pesquisado para o seu público.

No exemplo anterior, a correspondência de frase só apresentará conteúdos para quem realmente pesquisar por “tendências de cores de tinta”. Nenhuma variação será aceita, mesmo que elas sejam pequenas.

Recomendamos esse tipo para quando você quiser encontrar um nicho extremamente qualificado e que seja um potencial comprador do seu produto ou serviço. Sobretudo, vale destacar que o custo será bem mais alto que em outros casos.

Correspondência Exata

Bem confundida com os dois últimos tipos, a correspondência exata se caracteriza por colchetes ([ ]). O conteúdo só será apresentado quando o usuário realizar a pesquisa exata ou com pequenas variações, entretanto, sem nenhuma mudança de termos antes ou depois da palavra-chave.

Uma importante aplicação para esse caso é quando você quer entender qual a performance do seu público quando ele faz a pesquisa determinada sobre uma palavra-chave. Dessa forma, ela servirá para você ser mais preciso em outros tipos de correspondência.

Correspondência Negativa

Por fim, mas não menos importante, a correspondência negativa. Ela pode ser caracterizada como uma forma de bloquear anúncios. Uma correspondência desse tipo é definida pelo símbolo de subtração (-) antes do termo.

Por exemplo, a negativa “-cores pasteis”. Nesse caso, quando um determinado termo for pesquisado, exclui-se a apresentação de qualquer tipo de conteúdo que remete a cores em tons pastéis.

Para quem deseja obter mais sucesso nas suas estratégias digitais, é preciso conhecer o papel que a correspondência de palavras-chave proporciona no seu planejamento. Caso você as ignore, além de não gerar nenhum impacto relevante, há chances de estourar o orçamento de marketing, o que pode, até mesmo, prejudicar todo o esforço feito até aqui.

Falamos tanto de palavras-chave, mas você sabe quais são os principais aspectos sobre esse assunto? Então, não deixe de conferir o artigo completo da Via Agência Digital que aborda sobre elas.

Receba novidades