• Blog
  • O que é Inbound Marketing?

O que é Inbound Marketing?

O Inbound Marketing é uma estratégia de atração de clientes focada no compartilhamento de conteúdo relevante para um público-alvo específico, com o intuito de conquistar a permissão para se comunicar com o potencial cliente, criando um relacionamento saudável.

Também chamado de “Marketing de Atração”, a ideia da estratégia se afasta da publicidade tradicional, pois os materiais de divulgação não tendem a ser invasivos. Ao contrário disso, o conteúdo é direcionado, com a intenção de despertar o interesse dos potenciais clientes.

Imagine, por exemplo, que uma assessoria contábil deseja aumentar as chances de venda. Com o Marketing de Atração, o empreendimento pode investir em um blog para compartilhamento de artigos sobre contabilidade, fazendo com que pessoas interessadas conheçam o negócio e o vejam como especialista no assunto.

Ou seja, no inbound, os consumidores vão até a marca, atraídos pela mensagem compartilhada. Com isso, a empresa apresenta soluções e os transforma em promotores do seu negócio, aumentando o reconhecimento, engajamento e presença no mercado.

No artigo de hoje, saiba mais o que é o inbound marketing e como a estratégia pode trazer resultados excelentes para as empresas. Acompanhe a leitura!

Qual a origem do Inbound Marketing?

Embora seja visto como o “novo marketing”, não é de hoje que o inbound é aplicado em várias estratégias de divulgação, mesmo que de forma inconsciente.

No entanto, a metodologia ganhou reconhecimento com Brian Halligan, fundador da HubSpot, a partir dos ensinamentos de Seth Godin, em seu livro “Marketing de Permissão”, publicado em 1999.

Embora não exclusivo, o inbound surge em paralelo com a internet e o desenvolvimento do Marketing Digital, justamente porque a comunicação online abre portas para a aplicação da estratégia de modo mais amplo e eficiente.

Além do mais, a internet deu mais controle para o consumo das pessoas. Hoje, o usuário pode escolher o canal, o conteúdo, as formas de consumir, entre outras atividades inimagináveis nas mídias tradicionais.

Isso quer dizer que ao buscar por uma clínica de acupuntura, por exemplo, o internauta decide entre várias opções, bem como o tipo de assunto que deseja ver (procedimentos, condições de instalação, entre outros).

Por isso, o inbound marketing requer um planejamento estratégico e inteligente, para que as iniciativas de divulgação tenham um bom desempenho.

Inbound x Outbound: qual a diferença?

Ficou claro que o inbound marketing é uma estratégia com foco na atração, mas além disso, quais as principais diferenças desse método em relação à publicidade tradicional (também chamada de outbound marketing)?

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que a propaganda convencional também está presente na internet. Ela pode ser vista nos anúncios em redes sociais, links patrocinados, entre outros.

Por exemplo, quando estamos vendo um vídeo no YouTube e somos interrompidos por um anúncio sobre cotação de seguro.

A seguir, conheça as principais características do Inbound e do Outbound, percebendo as diferenças entre as estratégias.

Inbound Marketing

No inbound, há uma abertura maior para o relacionamento com o cliente. Sendo assim, esse método envolve:

  • Uma comunicação mais aberta e interativa com o público;
  • A transmissão de mensagens de forma contínua;
  • O compartilhamento de conteúdo no momento oportuno;
  • O engajamento dos clientes, com diálogos síncronos com a marca;
  • O preço mais acessível de investimento em ações.

Citando um exemplo do inbound, temos a publicação de artigos em blogs por um escritório de contabilidade em São Paulo, estratégias de otimização para o Google (SEO), produção de conteúdo para redes sociais, entre outros.

Outbound Marketing

Já o outbound marketing é marcado pelas publicidades tradicionais, recorrentes na televisão, rádio e jornais. Entre as principais características do método, temos:

  • A comunicação unilateral e sem interação;
  • A interrupção constante, pausando o consumo do usuário;
  • O menor engajamento do público com a marca;
  • O alto investimento em propagandas.

Hoje em dia, também temos o Outbound 2.0, focado na internet. A revolução aqui está na segmentação dos conteúdos. 

Ou seja, o anúncio do serviço de contabilidade para empresas, por exemplo, possui um recorte de público-alvo, tornando a propaganda mais direcionada e assertiva.

Quais as vantagens do Inbound Marketing?

Como é possível perceber, o inbound marketing é uma estratégia muito vantajosa pelas empresas, principalmente pelo poder de engajamento e interação das campanhas.

Mas os benefícios vão muito além. Por conta disso, os empreendimentos se voltam cada vez mais para o planejamento focado no marketing de atração. Abaixo, conheça algumas vantagens do inbound para os negócios.

Grande alcance do público

Por se tratar de uma estratégia popular na internet, o inbound é capaz de alcançar uma grande audiência, aumentando a rede de potenciais clientes e as chances de conversão em leads por meio do conteúdo.

Tráfego Orgânico: Guia completo para conquistar tráfego para seu sitePowered by Rock Convert

Além disso, ao invés de simplesmente atrair pessoas que não comprariam com a empresa, a produção de materiais informativos ajuda a chamar a atenção de seguidores realmente interessados no produto ou serviço do seu negócio.

Dessa forma, ao divulgar um técnico em eletrotécnica curso, os usuários que virão até sua empresa têm altas chances de compra, devido ao poder de atração segmentada do inbound.

Alto poder de persuasão

A persuasão é um dos elementos-chave da metodologia inbound. Por meio dela, é possível convencer usuários que ainda estão em dúvidas se devem ou não comprar algo, bem como manter um excelente relacionamento pós-venda, que pode resultar em novas compras.

Com a estratégia, os clientes são convencidos a partir de informações sólidas, que são transmitidas continuamente ao público, fazendo com que as pessoas vejam o seu negócio como uma autoridade no nicho de atuação.

Por exemplo, uma empresa de portaria que compartilha frequentemente artigos sobre segurança eletrônica é bem vista pelo público e, desse modo, o poder de convencimento é muito maior em comparação com um empreendimento que nunca tratou sobre o assunto.

Diminuição do ciclo de vendas

O ciclo de vendas, também chamado de “jornada de compra”, envolve todo o percurso do cliente, desde o primeiro contato com a empresa, até o fechamento do negócio, resultando na compra de um produto ou serviço.

Quanto mais tempo se leva para convencer um lead (potencial cliente), maior é o ciclo. Consequentemente, há uma redução nas chances de venda, além de um aumento nos custos envolvendo as estratégias de marketing.

Entretanto, o inbound é capaz de reduzir o tempo necessário para a tomada de decisão do consumidor e, desse modo, encurtar o ciclo de vendas.

Isso acontece porque o conteúdo produzido é altamente segmentado, oferecendo realmente aquilo que o usuário precisa, no momento oportuno.

Por exemplo, uma pessoa que acabou de conhecer a sua empresa especializada em dispositivos de controle demanda um material diferente de um usuário que já está mais próximo de concretizar a compra.

De acordo com um levantamento da Martech, mais de 50% das empresas da área de tecnologia que adotam o inbound têm um ciclo de vendas menor que 30 dias. Enquanto só 29% dos empreendimentos que usam o outbound atingem o mesmo desempenho.

Redução de custos

Grande parte das estratégias de inbound pode ser feita com o auxílio da internet e com um preço mínimo para as empresas. 

A criação de sites, produção de conteúdo para blogs, criação de artigos otimizados e publicação em redes sociais são iniciativas com valor muito abaixo, especialmente em comparação com o investimento nas mídias tradicionais.

Por vezes, é possível ter um custo nulo. As redes sociais, por exemplo, permitem a divulgação de conteúdos orgânicos (não pagos), totalmente gratuitos.

Devido a isso, o inbound marketing é recomendado para empreendimentos que estão começando agora, mas não possuem recursos financeiros necessários para investimento maciço em estratégias de divulgação.

Com o tempo, é possível orientar melhor os custos de marketing e escalar melhor a empresa, já que o ROI (Retorno sobre Investimento) no inbound tende a ser muito positivo.

Facilidade de mensuração de dados

As ações de inbound são facilmente mensuradas, ainda mais quando aplicadas em plataformas online, como os sites e redes sociais. 

Normalmente, esses ambientes emitem relatórios detalhados sobre o desempenho de cada campanha, o que torna a análise e avaliação muito mais fáceis.

É importante ressaltar que o marketing de sucesso é sempre orientado em resultados. Afinal de contas, a partir desses dados, é possível avaliar o que deu certo e o que precisa ser aprimorado.

Por isso, é importante acompanhar os resultados de todas as estratégias de inbound.

Conclusão

O inbound marketing encontrou um campo fértil com o desenvolvimento da internet. Orientado na atração de usuários, a estratégia tem como objetivo oferecer conteúdo relevante, permitindo que os clientes escolham o que desejam consumir.

Por conta disso, o inbound é uma das ferramentas mais usadas no marketing digital, sendo responsável pelos ótimos resultados de divulgação, reconhecimento e expansão das marcas no mundo online.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Não perca mais negócios por causa
de um marketing sem eficácia.

Vamos conversar →
O que é Inbound Marketing?

O que é Inbound Marketing?

Avalie este post: