Início - Blog - User Experience (UX): o que é e qual a relação com sucesso do seu site?

User Experience (UX): o que é e qual a relação com sucesso do seu site?

User Experience (UX): o que é e qual a relação com sucesso do seu site? User Experience (UX): o que é e qual a relação com sucesso do seu site?
User Experience (UX): o que é e qual a relação com sucesso do seu site?

Quando uma pessoa tem uma boa experiência com um produto ou serviço, tanto em seu primeiro contato com a empresa quanto após fechar o negócio, as chances de que ela fique mais satisfeita e seja fidelizada são muito mais altas. É por isso que proporcionar uma jornada mais intuitiva e agradável aos usuários é tão importante.

No ambiente virtual, existem diversos aspectos que podem afetar de forma positiva ou negativa essa experiência. Em um site, por exemplo, um design de qualidade pode tornar a jornada do cliente muito mais prazerosa e útil.

Nesse momento surge o conceito de User Experience (UX), que deve sempre ser considerado pelas empresas no desenvolvimento de produtos digitais e físicos, assim como na elaboração do design de sites. Mas você sabe o que é User Experience Design? E quais são os seus princípios? Continue a leitura para conferir as principais informações sobre o assunto!

O que é User Experience?

User Experience, conhecido por sua sigla em inglês UX, significa Experiência do Usuário. Basicamente, UX consiste na experiência que uma pessoa tem com determinado produto ou serviço de uma empresa. Nesse sentido, o UX Design é a experiência do usuário com o design de um produto.

Este é um fator determinante para o sucesso ou fracasso de uma organização, pois representa a forma como o consumidor interage com a marca. Se ele tiver uma experiência positiva, o negócio será fechado e os objetivos da empresa serão alcançados.

Com isso, podemos dizer que o foco do User Experience está totalmente nos clientes. Desse modo, produtos e serviços devem ser pensados levando em consideração sobretudo as necessidades dos usuários.

O termo foi criado na década de 1990 pelo engenheiro Donald Norman, que atuava na época na Apple, empresa que é referência em UX.

Qual a sua importância para a performance das empresas?

Ao colocar o User Experience Design em prática, o principal objetivo é proporcionar experiências encantadoras aos consumidores, de modo a fidelizá-los e conquistar novas pessoas. Com isso, diversos benefícios podem ser aproveitados pela empresa.

A principal vantagem é o impacto positivo à imagem da marca, o que aumenta o potencial de vendas do produto ou serviço. No caso do design de um site, o bom desenvolvimento de UX é imprescindível para que as pessoas consigam acessar todas as funcionalidades da página e convencê-las da sua confiabilidade, além, é claro, de entregar uma jornada útil e agradável.

Para chegar a esse fim, é necessário estudar o comportamento humano e as melhores soluções de serviço para otimizar a satisfação do usuário. Assim, o UX também contribui para que a empresa se mantenha competitiva no mercado.

Você não deveria desperdiçar dinheiro em um site que não gera nenhum valor para você.

Vamos conversar →

Quais são os princípios do User Experience (UX)?

O User Experience está em constante transformação, pois é uma área que evolui conforme as expectativas e necessidades dos clientes. No entanto, o conceito é norteado por alguns princípios básicos, que contribuem para a assertividade do trabalho e a identificação de problemas. Saiba quais são esses princípios a seguir.

  1. Facilidade

    Um aspecto muito importante a ser levado em consideração é se o que está sendo oferecido ao usuário é fácil e rápido de ser utilizado. Afinal, em um mundo cada vez mais ágil, as pessoas não querem perder tempo.

    Para isso, a empresa precisa investir em uma linguagem objetiva e consistente, de modo a proporcionar as melhores experiências e resolver as necessidades e expectativas do consumidor.

  2. Simplicidade

    Outro pilar do UX é a simplicidade — você deve ir diretamente ao ponto, sobretudo na criação de conteúdos e sites, para que as interações sejam feitas sem rodeios. E um reflexo direto da simplicidade é uma maior transparência para a imagem do negócio.

  3. Contextualização

    Ao acessar o site da empresa, as pessoas precisam saber exatamente onde estão. Para isso, a experiência do usuário deve ser contextual, ou seja, os clientes não podem se sentir perdidos ou sobrecarregadas com as informações. Caso isso ocorra, o desejo de compra sem dúvida será deixado de lado.

  4. Humanização

    Hoje em dia, a competitividade é crescente no mercado. Uma das formas de se destacar é fazer com que as pessoas se identifiquem com o que está sendo oferecido, o que pode ser feito por meio de conteúdos humanizados.

    Colocando esse aspecto em prática, os consumidores vão se sentir mais seguros e próximos da marca, tendo a sensação de que estão conversando com um ser humano, e não com uma máquina.

Como o User Experience (UX) funciona?

Depois de entender as principais informações sobre o User Experience, é hora de conhecer como esse conceito funciona na prática. Confira:

  • o primeiro passo é entender o desafio a ser resolvido. Ele pode ser abrangente (envolvendo toda a experiência do usuário) ou específico (como melhorar a interação durante o pagamento), por exemplo;
  • para desenvolver o trabalho é preciso envolver algumas atividades de pesquisa, como entrevistar os clientes e a equipe da empresa, levantar informações de mercado, fazer benchmarking de serviços, entre outros;
  • em seguida, é o momento de estudar como solucionar os desafios. Entre as metodologias utilizadas nesse momento está a arquitetura da informação, projeto de interação e fluxos de tarefas;
  • por fim, com base nas informações coletadas e nas metodologias aplicadas, a empresa pode implantar as soluções mais adequadas ao negócio visando a melhor experiência possível aos usuários.

Quais técnicas não são consideradas UX?

Como o conceito de UX é bastante abrangente, muitas pessoas podem confundi-lo com outras estratégias. A principal delas é a de User Interface (UI), ou Interface do Usuário, que apesar de ser complementar à UX, é um termo diferente.

Enquanto os designers de UX trabalham para solucionar problemas de experiência do usuário, os profissionais de UI têm a função de trazer a identidade da marca aos produtos e tornar a interface utilizável. Entre as funcionalidades de UI está a disponibilização de barras de navegação, componentes informativos e controles de entrada em sites, por exemplo.

Como você conferiu ao longo deste artigo, o conceito de User Experience Design tem o objetivo de criar experiências encantadoras para os clientes para fidelizá-los e criar uma reputação para a marca. Por isso, é preciso pensar constantemente em como deixar seu produto ou serviço o mais atraente possível para o público-alvo.

Para isso, contratar empresas que contem com especialistas na área de UX é essencial. É o caso da Via Agência Digital, que possui o serviço de Design, Interface & Experiência e oferece as melhores soluções para melhorar a experiência dos usuários.

Gostou deste artigo? Quer conferir outros conteúdos relevantes sobre o assunto? Assine a nossa newsletter e receba todas as novidades do nosso blog em seu e-mail!

Receba novidades