Início - Blog - Como criar o conteúdo certo para o seu público?

Como criar o conteúdo certo para o seu público?

Como criar o conteúdo certo para o seu público? Como criar o conteúdo certo para o seu público?
Como criar o conteúdo certo para o seu público?

O marketing de conteúdo é uma das principais maneiras de engajar o público-alvo de uma empresa. Além disso, ele possibilita que a carteira de clientes aumente, o que ocorre por meio da criação de conteúdos relevantes. Esses conteúdos atraem, envolvem e geram valor para os consumidores, trazendo até eles uma percepção positiva da marca que investe nessa estratégia de marketing.

marketing digital, com suas estratégias variadas, deixou de ser apenas uma tendência para ser algo indispensável para as empresas. Na era digital, só sobrevive no mercado quem se torna relevante para os clientes.

O principal fator para acompanhar esse cenário não é apenas estar na internet, uma vez que qualquer um pode criar um site e um perfil nas redes sociais. Na verdade, o importante é saber como estar presente na internet e como se colocar nela para chamar a atenção das pessoas.

Em meio a tanta concorrência, é necessário adotar excelentes estratégias para conseguir se destacar — uma das melhores práticas para isso é o Marketing de Conteúdo. Neste artigo, vamos falar sobre o que é Marketing de Conteúdo, os benefícios trazidos por ele e como produzir um conteúdo de excelente qualidade. Acompanhe!

O que é Marketing de Conteúdo?

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia do marketing digital, que está sendo usado pelas empresas com o objetivo de engajar o público-alvo e aumentar a rede de clientes. Além disso, a prática também auxilia na identificação de potenciais clientes, por meio da criação de conteúdo.

Tal conteúdo deve ser relevante e valioso, de modo a atrair, envolver e gerar valor para as pessoas. Como resultado, o público tem uma percepção positiva da marca, o que contribui diretamente para o aumento dos resultados.

Para engajar o público-alvo e fazer crescer a rede de clientes e potenciais clientes, o conteúdo gerado deve estar de acordo com o perfil e o gosto do público-alvo. Esse conteúdo é focado no desejo do público, sendo realmente útil para ele. Seu objetivo não é apenas vender, mas sim, trazer algum benefício para quem o lê.

Para entender melhor o conceito, vamos pegar como exemplo uma empresa que ofereça um gerador de aluguel. Ao fazer uso do Marketing de Conteúdo, ela estará focada em resolver os problemas dos clientes, esclarecer dúvidas ou ensinar alguma coisa para o seu público.

Além de se tornar útil para o consumidor, o negócio passa uma mensagem certa e no momento certo com a ajuda do Marketing de Conteúdo. Isso acaba por superar as expectativas, levando as pessoas a compartilharem os conteúdos com outras.

Outro exemplo: se uma fabricante de mezanino industrial produz um conteúdo que ajuda seu público, esse público vai passar a ter uma imagem mais positiva sobre ela. Quando isso acontece, as pessoas se tornam mais propensas a fazer negócio com aquela marca.

Sendo assim, o principal objetivo do Marketing de Conteúdo é trazer resultados positivos para a empresa. A partir daqui, é possível entender um pouco mais a sua importância.

Qual a importância do Marketing de Conteúdo?

O uso do Marketing de Conteúdo traz diversas vantagens, que ressaltam a sua importância para empresas de todos os tipos, como para fabricantes de contator para banco de capacitor, por exemplo.

Mais da metade das empresas brasileiras fazem uso do Marketing de Conteúdo para conquistar novos clientes. E a tendência é que esse número aumente, pois muitas empresas que ainda não usam essa estratégia pretendem utilizá-la.

Isso ocorre porque o uso do Marketing de Conteúdo traz diversos benefícios, como você poderá conferir no tópico a seguir.

O Google é o principal buscador utilizado pelos usuários para se informar sobre qualquer assunto. Se uma pessoa quiser pesquisar sobre laudo AVCB bombeiros, por exemplo, ela vai utilizar o Google e terá como resultado sites com bom conteúdo.

Por conta disso, o site é a porta de entrada para consumidores e novos clientes. Para que o usuário se sinta atraído, é necessário que o conteúdo do site seja bem pensado e produzido, oferecendo relevância.

Ele é o que vai colocar um site, de maneira orgânica, no topo dos resultados do Google. Isso faz com que a página seja facilmente encontrada pelo público, aumentando em até 2 vezes o número de visitas em um site.

Se há mais visitas, também há uma maior quantidade de pessoas engajadas com a marca. O engajamento constrói um relacionamento mais próximo e seletivo, ou seja, a marca e o consumidor só se relacionam com o que de fato é interessante.

Como resultado do engajamento, surgem aqueles clientes fidelizados que defendem e recomendam a marca, também conhecidos como “evangelizadores”.

Existem algumas empresas que oferecem produtos e serviços que não são muito conhecidos pelo público, diferentemente de outros serviços mais populares, como buffet de casamento feito com churrasco.

Nesse caso, o ideal é não desistir e investir ainda mais em Marketing de Conteúdo. Isso porque esses conteúdos responderão a perguntas e sanarão todas as dúvidas dos consumidores, o que os torna mais conscientes e os ajuda a tomar uma decisão de compra mais acertada.

Conteúdos de qualidade quebram objeções, aumentando a satisfação dos clientes. Assim, eles comprarão tendo plena consciência do que se trata e de sua decisão. Consequentemente, o principal objetivo das empresas é atendido, aumentando o seu número de vendas.

Apesar de esse não ser o objetivo final do Marketing de Conteúdo, ele ajuda a aumentar as vendas. Isso acontece porque o Marketing de Conteúdo é focado em guiar os leads, de acordo com a sua posição na jornada de compra. Dessa forma, a decisão de compra é influenciada de maneira positiva, além de também ajudar a aumentar o número de leads.

Leads são importantes, pois eles são clientes potenciais de uma marca. É no site que o usuário faz sua primeira visita, e se ele tem acesso a um conteúdo de confiança e relevância, com certeza tomará alguma ação.

Essa ação pode ser o preenchimento de um formulário, que entregará para a empresa dados valiosos sobre os visitantes, como uma gráfica de plotagem arquitetura.

Descubra todo o poder da integração entre ferramentas e pessoas para escalar seus resultados.

Vamos conversar →

Quais os benefícios dessa estratégia?

O grande diferencial do Marketing de Conteúdo é que, em vez de procurar o cliente, a empresa produz um material relevante para que ela própria seja procurada pelo público. E isso vai na contramão da maioria das estratégias praticadas no mercado.

A seguir, separamos outros grandes benefícios do Marketing de Conteúdo.

  • Crescimento do tráfego do site

    Você sabia que a maioria das pessoas utiliza o Google para se informar? E como abordamos, o site da empresa funciona como a porta de entrada para que os clientes conheçam a sua marca — e o Google é o caminho até ele.

    Nesse sentido, quem utiliza o Marketing de Conteúdo produz conteúdos relevantes para os clientes, o que faz com que o site seja colocado na primeira página do Google. Assim, a estratégia é capaz de aumentar o tráfego na página da empresa.

  • Aumento do engajamento com a marca

    A produção de um conteúdo de qualidade para o público-alvo do negócio também ajuda a aumentar o engajamento com a marca. E isso ocorre por um motivo bastante simples: o usuário percebe que a empresa está ali para ajudá-lo e, assim, ele passa a se relacionar mais com ela — as chances de que ele volte no futuro são bastante altas.

  • Educa o mercado

    É comum que os clientes desconheçam o mercado em que estão inseridos e até mesmo como seus problemas podem ser solucionados. Mas, com a ajuda do Marketing de Conteúdo, é possível atuar exatamente neste ponto.

    Isso porque, ao produzir conteúdos capazes de responder às dúvidas dos consumidores, você vai educá-los e ensinar tudo o que precisam saber para tomar uma decisão. E se o conteúdo for de qualidade, sem dúvida eles vão fechar um negócio.

  • Geração de vendas

    Esse é outro grande benefício proporcionado pela estratégia. Afinal, ela ajuda a entender o perfil do consumidor e o caminho que ele percorre durante o processo de compra, ajudando-o a tomar uma decisão. Desse modo, o aumento das vendas vai ocorrer de modo natural.

  • Aumento na conversão

    Por fim, o Marketing de Conteúdo também ajuda a converter pessoas em possíveis clientes, o que acontece pelos motivos que já descrevemos: conteúdos ricos e relevantes para o público contribuem diretamente para que as pessoas se interessem por sua marca.

    Em vista de tantos benefícios, é mais que natural que as empresas invistam cada vez mais no Marketing de Conteúdo. No entanto, é importante que ele seja trabalhado corretamente para não haver erros.

Como trabalhar com o Marketing de Conteúdo na empresa?

Para trabalhar corretamente o Marketing de Conteúdo, é necessário, primeiramente, pensar em um planejamento. É no planejamento que a empresa vai elaborar estratégias, de acordo com o perfil do seu público-alvo, frequência de postagens, entre outros.

Após isso, é hora de pensar em outras características. Confira!

  1. Produção de conteúdo

    É na produção do conteúdo que a estratégia do marketing digital toma forma. Um conteúdo de qualidade não é tarefa fácil e exige muito investimento de tempo, dedicação, paciência e conhecimento. Para fazer da produção de conteúdo um sucesso, é necessário pensar em outros aspectos, como as palavras-chave.

  2. Escolha das palavras-chave

    As palavras-chave são termos que os usuários usam para fazer uma busca na internet. Por exemplo: uma pessoa que realiza uma busca na internet pesquisando “guardanapo de festa”.

    Se uma fabricante de guardanapos tiver produzido um conteúdo com essa palavra-chave, certamente o material será encontrada por um número maior de pessoas. E isso aumentará o tráfego em seu site e o conhecimento das pessoas sobre sua marca.

  3. Tamanho e formato

    O tamanho e formato do conteúdo também são importantes. Isso porque eles sempre variam de site para site, já que o que é levado em conta é a relevância para o leitor. Mesmo assim, algumas dicas podem orientar a produção do conteúdo, evitando que ele fique muito longo, muito curto ou com pouca informação.

    Textos de 500 palavras podem ser um bom início para quem está começando agora. Mas, independentemente do tamanho do texto, o que ele precisa é ser completo e trazer todas as informações necessárias.

    Enriquecer o texto com outros materiais, como infográficos, podcasts e imagens, pode prender ainda mais a atenção dos usuários e aumentar a proximidade deles com a marca. Outro formato que prende muito a atenção do usuário é o vídeo.

    Imagine uma pessoa que pesquisou por “bem nascido” e, além de encontrar conteúdos em texto, também se deparou com conteúdos em vídeo. É bem provável que ela se sinta mais atraída em assistir aos vídeos, não é mesmo?

    Nesse sentido, uma confeitaria, por exemplo, pode preparar um material mostrando todo o preparo de um doce e de diversos outros produtos. Isso prova para o usuário que aquela empresa é preparada e que não vê problemas em mostrar como funciona nos bastidores.

    Diariamente, as pessoas são bombardeadas por diversas informações na internet, o que abre espaço para que todas as empresas tenham acesso ao seu público-alvo. No entanto, apenas negócios que sabem trabalhar os conteúdos vão conseguir os melhores resultados.

    Portanto, podemos dizer que o marketing digital é uma das estratégias mais relevantes da atualidade, pois ajuda a destacar marcas dos mais diferentes ramos de atuação. E como você conferiu neste artigo, é por meio do Marketing de Conteúdo que as empresas se fazem conhecer, trazendo mais confiança e engajamentos com seu público-alvo.

O que você achou do nosso artigo? Gostou de saber mais sobre o Marketing de Conteúdo? Então, aproveite para deixar o seu comentário e compartilhe, com a gente e com nossos leitores, suas dúvidas e sua experiência com essa estratégia!

Receba novidades