Início - Blog - Conheça um breve guia sobre o Growth Marketing e como ele pode te ajudar!

Conheça um breve guia sobre o Growth Marketing e como ele pode te ajudar!

Conheça um breve guia sobre o Growth Marketing e como ele pode te ajudar! Conheça um breve guia sobre o Growth Marketing e como ele pode te ajudar!
Conheça um breve guia sobre o Growth Marketing e como ele pode te ajudar!

Um assunto que vem se tornando cada vez mais difundido é o Growth Hacking. Entretanto, você conhece esse conceito? Saiba que essa estratégia, para muitos, já é considerada uma das mais eficientes quando o assunto é crescimento ágil e efetivo de uma empresa.

A promessa não é à toa e já é bastante visível em grandes mercados que a adotaram. Aqui, deixamos de olhar um marketing que está sempre pautado em adquirir novos clientes.

Com a mudança dos hábitos e novos perfis de público surgindo, o novo foco é trazer clientes fiéis, promotores e engajados às empresas que são consumidas. A partir desse conceito, o gasto de energia, que até então era voltado para conquistar novos consumidores, é direcionado para manter os atuais cada vez mais conectados com o negócio.

Então, afinal de contas, como posso saber mais dessa estratégia que aparenta ser tão importante para minha marca? É sobre isso que falaremos no artigo de hoje, confira!

O que é Growth Marketing?

Basicamente, podemos considerar o growth marketing como a evolução do marketing digital. Entretanto, a ideia aqui é transformar todo o foco em apenas adquirir leads. O trabalho é muito além do que conhecemos do inbound, links patrocinados.

Muitas empresas entendem que é importante captar o máximo número possível de leads. Todavia, geralmente são pessoas totalmente desqualificadas e que são facilmente descartados.

Seu conceito e tradução significa marketing de crescimento. Não é sem explicação que ele já é considerado quando o assunto é gestão de vendas, aquisição e retenção de clientes.

Para o growth marketing, é muito mais importante trabalhar em manter seus clientes engajados do que sair adquirindo qualquer lead a qualquer custo. O Custo de Aquisição de Clientes (CAC) é um dos maiores pesos quando olhamos para as despesas voltadas para o comercial e marketing.

Como ele funciona?

Podemos resumir essa estratégia como as práticas voltadas para análise e englobamento de todas as métricas do marketing digital. Não basta apenas olhar para número de pessoas impactadas, visitantes no seu site, downloads do seu e-book.

Por esse motivo, o Growth Marketing ignora as “métricas de vaidade”, que são os indicadores que, quando isolados, não traduzem realmente o potencial avanço do lead no funil de vendas.

A medida que novas tecnologias surgem, a base de dados aumenta. Com isso, podemos trabalhar para analisar o perfil do público, entender suas dores e definir as melhores decisões para alcançá-los e convertê-los.

Dividimos o Growth Marketing em 4 importantes processos: análise de dados, geração de ideias, priorização de experimentos e execução dos testes. É um ciclo eterno que deverá ser feito, sempre colocando em foco a otimização dos resultados.

A cada final da execução dos testes, retornamos a análise, que identifica quais são as forças e as fraquezas da sua campanha. Os erros aqui são fundamentais para garantir resultados mais expressivos futuramente.

Apesar de ser algo recorrente, não significa que seja um processo moroso. A todo momento os responsáveis por growth marketing estudam e acompanham o desempenho de todas suas métricas. Isso gera, rapidamente, resultados expressivos e importantes para a equipe de vendas.

SharpSpring: o guia

Quais são as diferenças do Growth Marketing e Growth Hacking?

Você obviamente deve estar se perguntando: então, qual a diferença do growth marketing e o growth hacking. Bem, esse segundo termo rapidamente ganhou popularidade, principalmente em novas empresas, em especial, startups.

Não é possível falar de ambos separadamente, até porque o Growth Hacking é um aspecto dentro do Growth Marketing. Ele será utilizado para tentar novas ofertas e mensagens para atrair novos clientes, desde que, eles sejam importantes para o negócio.

Outra diferença marcante que podemos ver entre eles é que o Growth Marketing tem como especialidade focar no reconhecimento da marca e a importância dela. Enquanto isso, o Growth Hacking é voltado exclusivamente para utilização de tecnologias para promoção de vendas.

Entretanto, podemos analisar que ambos podem ser trabalhados juntos e não separados. Uma vez que um promove o relacionamento entre empresas e consumidores, o outro fará jus a vendas e lucros.

Como o Growth Marketing pode ser implementado?

É importante dizer que o growth marketing pode ser utilizado de diferentes maneiras para cada tipo de empresa. Desde startups a grandes marcas, cada um pode ser promovido de uma maneira diferente.

  • Pequenas empresas e startups

    O propósito aqui deve ser identificar o público-alvo e aquilo que eles mais desejam novamente. Isso deverá ocorrer também com a escolha dos canais corretos e também os conteúdos que sejam relevantes.

    Em outras palavras, a ideia não é sair distribuindo campanhas patrocinadas para qualquer pessoa e na torcida que elas tenham alguma probabilidade de consumir seu produto ou serviço.

    Para isso, é fundamental conhecer sua concorrência e verificar o que mais de produtivo, em conteúdo, eles promovem. Entretanto, vale ressaltar que isso não significa que devemos copiar, mas sim direcionar ideias que podem servir para o seu negócio.

    A implementação do Growth Marketing em novas empresas deverá ser por meio de criação de conteúdos, marketing de mídia social, análise de dados, SEO. Lembrando que sempre, todos indicadores devem ser integrados e um responder o outro.

  • Grandes empresas e estabelecidas

    Uma empresa estabelecida no mercado não deve se preocupar com a manutenção dos seus consumidores? Claro que deve! Pelo contrário. Como adiantamos no início do texto, o Growth Marketing surgiu também a partir das mudanças de comportamento dos consumidores.

    Isto significa, que não é apenas a tradição da marca ou seu preço que será importante para que ela possa sobreviver. Por esse motivo, grandes nomes do mercado criaram áreas específicas dentro do negócio para entender como manter os públicos engajados e fiéis à sua marca.

    A partir das suas campanhas de marketing, entendemos o que torna a experiência na jornada de compra importante, assim como o que é importante para o consumidor comprar de você e não do seu concorrente.

Com essas informações em mãos, é possível desenvolver conteúdos ricos e relevantes, interagir com consumidores, desenvolver um atendimento qualificado, estratégias de marketing personalizado, entre outros. Ao ignorar fatores como esse, a marca está passível de perder seus consumidores.

Em resumo, como percebemos neste texto, empresas que querem se aproximar dos seus consumidores devem investir em estratégias baseadas no Growth Marketing. E para isso, é fundamental contar com soluções que permitam esse relacionamento e as melhores práticas de marketing no mercado que traduzem esse objetivo.

E aí, achou o conteúdo interessante? Então, aproveite e compartilhe ele nas redes sociais e faça com que seus amigos e colegas entendam mais sobre esse importante tempo para o marketing!

Receba novidades