• Blog
  • Indicadores de marketing: os 7 principais para o pequeno empreendedor

Indicadores de marketing: os 7 principais para o pequeno empreendedor

Indicadores de marketing: os 7 principais para o pequeno empreendedor

Indicadores de marketing: os 7 principais para o pequeno empreendedor

O pequeno empreendedor que faz o gerenciamento do seu negócio sem implementar nenhum indicador pode estar fadado ao fracasso, ainda que sejam nos primeiros meses. Os indicadores de marketing, por exemplo, são métricas utilizadas para avaliar se a empresa está alcançando seu público corretamente e promovendo vendas.

O desafio para conseguir colocar o empreendimento para funcionar perfeitamente no início é um dos grandes desafios. É justamente por esse motivo que mensurar, analisar e colocar em prática os planos de ação é tão importante.

Afinal, o que devemos considerar como indicadores de marketing? O que devemos acompanhar diariamente e avaliar se o desempenho está sendo satisfatório? Quando devemos compreender que os números não apresentam sinal de boa saúde da empresa?

Se você deseja entender melhor sobre esse assunto e ter as respostas dessas dúvidas, continue a leitura deste artigo agora mesmo!

Entenda o que são indicadores de marketing

O marketing tem como principais objetivos promover uma empresa, entender as necessidades do mercado, oferecer o produto ou serviço que atenda essa demanda, prospectar e manter clientes.

E é justamente nesse intuito que consideramos os indicadores de marketing como ponto-chave para avaliar se tais objetivos estão sendo alcançados. Para micro e pequenos empreendedores que iniciaram seu negócio ou estão já há algum tempo no mercado, é fundamental para que ele consiga analisar a concorrência e enfrentar o intenso mercado o qual está inserido.

7 principais indicadores de marketing para o pequeno empreendedor

Para quem tem seu próprio negócio, saber gerir é um grande desafio. São diferentes pontos de gestão que precisam ser avaliados em um curto prazo e pior, por uma pequena mão de obra. E é justamente o que os indicadores podem auxiliar: acompanhar o seu resultado.

Mas afinal, quais são os indicadores importantes? Entenda mais sobre eles e o que cada um quer dizer sobre a saúde do seu negócio.

  1. Custo por Aquisição de Clientes (CAC)

    O custo por aquisição de clientes (CAC) é sem sombra de dúvidas, um dos mais importantes e é justamente por esse motivo que iniciaremos por ele. A principal preocupação de um empreendedor é garantir que existam clientes para que assim, o negócio possa girar normalmente.

    E com isso, criamos diversas campanhas, anúncios, investimentos em mídias para conseguir prospectar esses futuros consumidores. Entretanto, cada ação dessa gera determinado custo.

    O papel do CAC é entender quanto foi gasto para transformar um lead em cliente. Com ele, avaliaremos a qualidade das estratégias de marketing e garantiremos que elas realmente foram efetivas para seu empreendimento.

  2. Retorno Sobre Investimentos (ROI)

    Outro indicador de marketing que permite avaliar a qualidade da sua publicidade é o Retorno sobre Investimentos, ou apenas o ROI. A partir dele podemos comparar o que foi investido e qual o lucro que foi gerado para a empresa.

    Sem ele não enxergamos se existe um equilíbrio no que vem sendo investido. Infelizmente muitos empreendedores não planejam efetivamente suas estratégias e mesmo que acabem gerando vendas, não são suficientes para retornar todos aqueles custos aplicados.

  3. Quantidade de Leads

    Anteriormente mencionamos sobre leads, mas afinal, o que são eles e por que no marketing tanto se fala sobre eles? De maneira resumida, leads são pessoas que foram impactadas de alguma maneira pelo seu negócio e são potenciais futuros compradores.

    Por exemplo, se você investe financeiramente em redes sociais, automaticamente teremos pessoas que são compatíveis com seu produto ou serviço e assim se tornam possíveis leads.

    Mensuramos esse item para acompanhar se as estratégias de marketing estão conseguindo captar o número preciso que é necessário para converter vendas. E a medida que os leads forem entrando na sua base, outras estratégias precisam ser tomadas para enfim torná-lo um cliente.

  4. Taxa de Conversão

    Ligado ao item anterior, a taxa de conversão é a análise de público que foi impactado — lead — e efetuou uma compra. Sendo assim, compreendemos se as ações de qualificação do lead são objetivas ao que seu negócio precisa.

    Sendo assim, não basta que entrem uma abundância de leads se a sua qualificação não é suficiente para fazer com que a venda se concretize. Além disso, vale ressaltar que também estão sempre fazendo investimentos financeiros para avançá-los no funil de vendas, ou seja, mais custos para o seu negócio.

  5. NPS

    Falamos muito sobre indicadores ligados ao estímulo de venda, todavia, o marketing não é apenas isso. Outro importante ponto que precisamos nos atentar na mesma proporção é a satisfação do consumidor.

    Essa preocupação é fundamental para quem deseja reter e fidelizar seus consumidores e até mesmo prospectar organicamente novos clientes. Levamos isso em conta porque uma vez consumidores, eles divulgam seu trabalho e incentivam que mais pessoas comprem de você.

    Entretanto, caso a experiência tenha sido negativa, além de não tornar a consumir, ele pode prejudicar a sua marca, evitando que consiga conquistar novos clientes. Sendo assim, o NPS mede o nível de satisfação e a reputação com a marca, além de entender quais são os pontos que precisam ser melhorados ou aqueles que precisam ser mantidos.

  6. Custo por clique

    No ambiente digital temos um importante indicador que entende se as suas estratégias de marketing digital realmente estão sendo efetivas. O CPC ou Custo por Clique é um indicador que acompanha se os objetivos de campanhas nesse ambiente estão gerando engajamento com o público no qual segmentamos e atingimos.

    Os cliques podem ser enviar o lead para seu site, para seu e-commerce, blog, vídeo ou até mesmo, se está engajando com o conteúdo apresentado. Quanto maior for o engajamento do seu público, maior é o reforço da marca e maiores são as chances dele avançar no seu funil.

  7. Tráfego

    Por fim e não menos importante é o tráfego do seu público. No ambiente “offline”, consideramos o tráfego como algo negativo. Mas quando estamos falando de indicadores de marketing, esse item é importante para medir se as suas campanhas de marketing, como as do Facebook Ads e Google Ads, estão sendo interessantes o suficiente para levar ele até você.

    Comparado com um comércio físico, é como se fosse a avaliação das suas estratégias que levaram pessoas até a loja para conhecer e efetivar uma compra. O mesmo ocorre no ambiente online, seja para seu e-commerce ou site. E quanto mais próximo de você, maiores são as chances de gerarem vendas.

    A gestão de indicadores de marketing é tão vital quanto KPIs financeiros e operacionais. Essa área é considerada uma das responsáveis pela manutenção do negócio e está progredindo conforme esperado durante o planejamento estratégico. Para que você consiga ter bons desempenhos é fundamental trabalhar com uma empresa especialista no tema e consiga suportar o início do seu negócio.

Gostou deste material e achou ele importante para quem está começando a ter seu próprio negócio? Aproveite e compartilhe nas suas redes sociais e ajude mais pessoas a entender sobre o assunto!

Avalie este post: