E-mail marketing

Saiba tudo sobre e-mail marketing sem complicação. Comece a usar esse recurso hoje mesmo e conquiste novos clientes

Quando se pensa em marketing digital, é imprescindível pensar em e-mail marketing. Nem sempre ele é tão levado a sério quanto deveria. Algumas empresas chegam a desconsiderar essa estratégia, o que é um erro! O e-mail marketing ainda é uma ótima ferramenta para gerar conversões (vendas). Rede social, site, blog e e-mail marketing, juntos, são excelentes ferramentas para gerar resultados. 

Se sua empresa iniciou os investimentos em marketing digital agora, muitas dúvidas irão aparecer ao longo do caminho. Depois de ler este guia, temos certeza de que você estará bem preparado para ver seus esforços darem resultados. Vamos começar!

O que é email marketing?

Antes de mais nada, vamos entender o que é o e-mail marketing. E-mail marketing é uma estratégia de Marketing Digital baseada na comunicação entre empresas e seus consumidores. Isso inclui, é claro, a comunicação com leads (clientes em potencial). 

A Importância do E-mail Marketing

Em 1997 a Internet tornou-se popular no Brasil. Nessa época, para se ter uma conta de e-mail era necessário assinar um provedor. Pouco tempo depois foram surgindo os e-mails gratuitos, entre eles o Hotmail, que se tornou um dos  mais conhecidos. E foi nesse período que iniciou-se o e-mail marketing. Milhões de mensagens eram enviadas com o objetivo de prospectar clientes. Infelizmente, essa ferramenta não era utilizada  da maneira correta, sendo direcionadas para a caixa de spam, cujo significado designa uma mensagem eletrônica recebida mas que não foi solicitada pelo usuário. Lamentavelmente, esse erro perdura até hoje, daí a importância desse Guia: instruí-lo para que você produza e-mails marketings que conquistem o seu cliente e não se tornem mais um spam.

Passados mais de 20 anos e com muitas modificações, o e-mail marketing  é considerado até hoje uma excelente ferramenta  para se manter uma conversa direta com o cliente. Afinal, a grande maioria dos usuários da internet acessam seus e-mails diariamente. E por que o e-mail marketing ainda é tão importante? Ao assinar uma newsletter ou solicitar o envio de e-mail para sua conta pessoal, o usuário está de fato demonstrando interesse no seu produto. E é dessa forma que surge a possibilidade de criar um vínculo e, consequentemente, obter resultados positivos.

O grande segredo do sucesso é saber usar corretamente e impactar quem está recebendo. Se feito de maneira correta, a mensagem será entregue para a pessoa certa na hora certa. Pode parecer difícil, mas o e-mail tem grandes chances de ser bem visto pelo usuário quando é relevante e disponibiliza o acesso a informações que atendam suas necessidades e desejos. 

Números importantes sobre e-mail marketing

Neste ano de 2020, a Hubspot informou que 73% dos millennials preferem que a comunicação sobre negócios seja feita por e-mail. Do total desses usuários, 35% verificam suas caixas de entrada de e-mail pelo celular. E 99% checa seus e-mails todos os dias.

Confira mais alguns destaques de 2020. Os dados são da própria Hubspot ou têm suas fontes indicadas ao lado. 

  • Existem 3,9 bilhões de usuários de e-mail diários.

  • 46% de todas as aberturas de e-mail são feitas por celular.

  • 35% dos profissionais de negócios checam e-mail em celular.
    (Not Another State of Marketing, 2020)

  • Empresas que usam campanhas segmentadas percebem um aumento de até 76% em receita.

  • 35% das empresas enviam de 3 a 5 e-mails semanais aos clientes.

  • 78% das empresas tiveram um aumento de engajamento nos últimos 12 meses.
    (Not Another State of Marketing, 2020)

  • 80% dos profissionais de negócios acreditam que o e-mail marketing aumenta a retenção de consumidores.

  • 59% dos que responderam à pesquisa disseram que o e-mail marketing influencia suas decisões de compra. (Campaign Monitor, 2019)

Estatísticas Gerais

  • O número de usuários diários de e-mail deve subir de 3,9 bilhões em 2020 para 4,3 bilhões em 2023. (Statista, 2020).

  • Contas ativas de e-mail ultrapassaram os 5,6 bilhões em 2019. (Statista, 2019).

  • 31% das empresas B2B dizem que newsletter por e-mail são as melhores maneiras de nutrir leads. (Content Marketing Institute, 2020).

  • Os EUA gastaram mais de 350 milhões de dólares com envio de propaganda por e-mail em 2019. (Statista, 2019).

Estatísticas de B2B

  • 81% das empresas de B2B disseram que a forma de marketing de conteúdo que mais usam são newsletters por e-mail. (Content Marketing Institute, 2020).

  • 87% das empresas disseram que e-mail está entre seus 3 principais canais de distribuição orgânica gratuita. (Content Marketing Institute, 2020).

  • 90% das empresas que fazem marketing de conteúdo disseram que o engajamento é a métrica principal para medir o desempenho de um conteúdo. (Content Marketing Institute, 2020).

  • A segunda tecnologia mais comum para auxiliar no marketing de conteúdo de empresas B2B são programas de e-mail marketing. Cerca de 85% das empresas disseram que trabalham com essas ferramentas. (Content Marketing Institute, 2020).

Estatísticas de e-mail marketing em celular

  • Abertura em celulares responderam por 46% de todas as aberturas de e-mail. (Litmus.com, 2018).

  • O iPhone da Apple é o celular mais usado para ler e-mails, com 29% de todas as aberturas ocorrendo na plataforma. (Campaign Monitor, 2018).

Estatísticas de e-mail marketing de B2C

  • 59% dos pesquisados disseram que o e-mail marketing influencia suas decisões de compra. (SaleCycle, 2018).

  • Os e-mails mais abertos têm a ver com hobbies, com uma taxa de abertura de 27, 35%. (MailChimp, 2018).

  • 59% das empresas dizem que e-mail é a maior fonte de ROI. (Emma, 2018).

Dados adicionais de 2020 sobre a importância do e-mail marketing 

  • Funcionários de empresas passam, em média, 13 horas da sua jornada semanal de trabalho verificando sua caixa de entrada — McKinsey & Company.

  • 92% dos adultos online utilizam e-mail, sendo que 61% deles usam diariamente. — Pew Research.

  • 76% dos profissionais de Marketing apontam que há crescimento constante na sua base de e-mails. — Ascend2.

  • A média mundial de e-mails enviados todo mês é de 1.38 milhões. — MarketingLand.

  • 72% dos consumidores escolhem e-mail como o melhor canal para receber comunicações de empresas e marcas. — MarketingSherpa.

  • As contas ativas de e-mails chegaram a 5,6 bilhões em 2019 —Statista.

  • 93% dos profissionais de Marketing usam o e-mail para distribuir conteúdo — Content Marketing Institute.

  • 83% das empresas B2B usam newsletters como uma de suas estratégias de Marketing de Conteúdo —Imagination.

  • 60% dos profissionais de Marketing observam as taxas de conversão para mensurar a efetividade de uma campanha de Email Marketing —DMA.

  • 81% dos consumidores online que recebem e-mails baseados em seus hábitos de compra têm mais probabilidade de realizar outras compras no futuro. — eMarketer.

  • Dentre as compras realizadas como resultado direto de uma mensagem de marketing, o e-mail tem maior taxa de conversão (69%) que redes sociais e canais offline — DMA.

  • Mais de 50% dos usuários de e-mail leem a maioria dos e-mails que recebem. — HubSpot.

  • 70% dos usuários de e-mail afirmam que sempre abrem emails das empresas que mais gostam. — ExactTarget.

  • 95% das pessoas que optam por receber e-mails de uma marca acreditam que estas mensagens sejam úteis. — Salesforce.

Com tudo isso, é possível entender que, quando sua empresa não dá a devida importância ao e-mail marketing e o cria sem planejar o conteúdo, está jogando fora a oportunidade de transformar essa ferramenta na mais eficiente maneira de converter e fidelizar clientes.

Além disso, o e-mail marketing é uma ótima forma de propagar informações, atrair e criar relacionamentos com seus contatos. Uma boa notícia é que essa ferramenta é rápida, de baixo custo e é muito útil para diversos tipos de negócio.

Como funciona o E-mail Marketing?

A estratégia funciona por meio de disparos de e-mail a partir de uma segmentação de contatos. Isso é feito com ferramentas de automação de marketing e permite que cada destinatário da lista receba mensagens personalizadas. Esse processo é importante para manter o contato com o público e fazer a nutrição de leads, educando-os sobre produtos e/ou serviços oferecidos pela empresa. 

A importância da personalização é imensa, uma vez que nem todos os destinatários dos e-mails estão no mesmo ponto do funil de vendas

Como fazer um e-mail marketing

Ao enviar um e-mail marketing, você com certeza deseja que o usuário tenha interesse em acessá-lo. 

Assim como a internet, o e-mail marketing é um canal em constante evolução. Hoje as empresas podem identificar e desenvolver diferentes formas de interação com os diversos perfis de usuários. Tudo baseado no ciclo de vida deles dentro de sua base e através de programas específicos que disponibilizam esses dados.

São essas constantes transformações e aperfeiçoamento no e-mail marketing que permitem que a ferramenta continue eficiente, apropriada e útil. E que a mantém no topo do ranking das soluções de marketing digital, usada por oito em cada dez empresas.

E se você ainda não sabe como fazer um e-mail marketing, vamos ensiná-lo em 5 passos:

01

Design

Priorize o design do seu e-mail marketing. Você precisa criar uma campanha que não seja apenas atraente, mas que se destaque entre os inúmeros e-mails recebidos pelo usuário diariamente.

Seu e-mail também deve refletir sempre os valores da sua marca e ser facilmente identificável com sua organização. Uma maneira fácil de fazer isso é usando as mesmas cores, fontes e elementos de design em todas as suas campanhas de marketing. Ao utilizar o mesmo esquema de cores e fontes para todo o seu conteúdo, você também fortalecerá sua marca e tornará sua campanha de marketing mais efetiva. Importante saber que cada imagem deve pesar no máximo 100KB e você pode inserir, no máximo, 470KB em imagens no seu layout.

Não se esqueça de utilizar um design responsivo para garantir que seus e-mails sejam lidos em qualquer dispositivo.

02

Personalize

A personalização é um dos principais benefícios no e-mail marketing, por isso certifique-se de aproveitar ao máximo. Os clientes querem ser reconhecidos, chamados pelo nome (insira o primeiro nome do cliente no título) e informados apenas das ofertas e produtos nas quais estarão interessados. Para conseguir fazer isso, use o máximo de informações que eles lhe derem. Isso criará um vínculo mais forte entre sua marca e o usuário. Torne o seu e-mail marketing mais eficaz adicionando um toque humano à sua campanha.

03

Priorize a criação de um bom conteúdo

Lembre-se, você precisa evitar cair na caixa de spam. Isso ocorrerá se o filtro de spam identificar que seu e-mail marketing não é relevante para o usuário. Tente se colocar no lugar da pessoa que receberá o e-mail e analise os benefícios que podem ser apresentados a ela, utilize uma linguagem pessoal e simples. Mensagens de e-mail personalizadas melhoram o CTR (click-through rate, ou taxa de cliques) em 14% e as conversões em 10%, em média. Uma CTR alta é um bom indicador de que os usuários consideram seus anúncios úteis e relevantes.

O conteúdo não se restringe  apenas à escrita. Você pode disponibilizar imagens e vídeos relacionados à sua empresa ou à promoção. O importante é criar conteúdo de qualidade. 

04

Crie títulos atraentes

Evite utilizar no assunto do e-mail palavras como: “grátis”, “promoção”, “ótima oportunidade” ou “compre”. Não são as melhores escolhas porque além de não passarem muita credibilidade, correm o risco de cair na caixa de spam. Também não utilize títulos em letras maiúsculas e com muita exclamação (!!!!). Um usuário toma a decisão se aquele e-mail é relevante para ele em apenas 3 segundos, por isso, ao criar um título, utilize de 6 a 10 palavras ou entre 50 e 60 caracteres para que eles sejam lidos corretamente nos principais provedores de e-mail. Se o título for grande demais, seu e-mail tem grandes chances de ser ignorado. 

E-mails com títulos personalizados têm 26% mais chance de serem abertos. O site de e-commerce Submarino sabe bem como criar assuntos que chamam a atenção do usuário e que o influenciam a abrir o e-mail, por exemplo: “Nós te escolhemos”. “É de quem chegar primeiro”. “A diversão está garantida”. Nestes exemplos, o usuário sabe que será ofertado algum produto ou promoção, mas o título cria uma necessidade de conhecer o conteúdo do e-mail. 

Importante: não confunda newsletters com promoções. Se o seu e-mail for um boletim informativo, coloque o nome e o número do boletim na sua linha de assunto.

05

Crie um CTA (Call to Action – em português significa: chamada para a ação)

Um bom e-mail marketing sempre vem acompanhado de um CTA. Essa é a melhor forma de fazer o usuário acessar o que está sendo ofertado. Um CTA pode ajudar o usuário a partir diretamente para a ação desejada por você, então use sempre um verbo que instigue a ação.  Infelizmente, 60% das pessoas que abrem o e-mail não rolam a página, por esse motivo, é importante que o CTA apareça logo no início, ou esteja nos primeiros 300px de altura do e-mail.

O CTA deve estar bem alinhado com os interesses do público. Potencialize o e-mail marketing com CTAs impactantes, que falem diretamente com o leitor e apelem para  os seus sentimentos e desejos. Ele precisa chamar a atenção. Faça com que o usuário interaja com o e-mail marketing, aguce a curiosidade dele e traga algum tipo de benefício. 

A utilização da cor correta também é muito importante ao criar o CTA. Se sua empresa quer passar uma imagem mais amigável e energética, dê preferência a cores vibrantes e quentes. O vermelho, por exemplo, provoca a sensação de ansiedade e é muito utilizado em promoções, o amarelo é uma boa opção para botões de compra, pois chama a atenção, e a cor laranja pode ser usada para estimular a compra. 

Mas se o objetivo é passar confiança e profissionalismo, opte por cores frias e alterne entre tons claros e escuros. Azul desperta confiança e segurança na marca, preto está relacionado à  sofisticação e elegância e roxo à riqueza e sucesso.

Mas não se engane, a cor não é a maior responsável pela ação, ela precisa estar sempre atrelada a um bom design e conteúdo.

Nem sempre você acertará de primeira na escolha do CTA, por isso indicamos que faça testes. Envie metade dos e-mails com um tipo de CTA e a outra metade com outro modelo. Mensure qual obtém o melhor resultado e utilize-o nas campanhas seguintes.

Tipos de e-mail marketing

Agora que você já identificou a importância do e-mail marketing e como deve fazê-lo, é hora de identificar quais modelos podem ser enviados. 

Algumas dicas importantes:

  • Teste os e-mails antes de enviá-los;

  • Uma ótima estratégia é a criação de landing pages relacionadas ao seu e-mail marketing. Essa atitude vai ajudar a continuar o processo de conversão;

  • Atente-se à linguagem que deverá ser utilizada para o perfil do seu público. A linguagem deve gerar empatia com quem está lendo.

01

Newsletter

Newsletter é o conteúdo mais utilizado por iniciantes no e-mail marketing. Normalmente são enviadas de forma periódica para toda a lista de e-mails. São muito úteis para criar interação e educar o seu cliente sobre algum assunto ou mantê-lo atualizado com as últimas notícias, instruir sobre algumas vantagens, benefícios e modos de fazer ou usar. Use as CTAs para que ele possa ser direcionado para a leitura.

O maior objetivo da newsletter é disponibilizar uma seleção de materiais relevantes, de interesse do usuário. Este tipo de e-mail marketing é sempre bem visto pelo público. Mas, para que sua newsletter ganhe importância e seja lida, não se esqueça de criar conteúdo visualmente atraente. 

02

Atualização do blog

Você possui um blog e deseja que o usuário leia o seu post. Esse é um bom motivo para enviar um e-mail marketing. É uma ótima forma de criar interação. Lembre-se: se o usuário se inscreveu para receber os seus posts, ele tem muito interesse nas informações que sua empresa está disponibilizando. Aliás, usuários gostam de saber que o seu blog sempre tem novidades, isso faz com que eles retornem com frequência.

03

Datas comemorativas

Para não se esquecer das datas comemorativas, planeje um calendário, estabelecendo o envio das campanhas, o que será veiculado e datas importantes, como feriados. Organize as prioridades. Com esse planejamento alinhado, será possível criar campanhas com antecedência, sem correrias. Não corra o risco de deixar sua empresa de fora de datas importantes, como a Black Friday, o Natal, carnaval etc. Essas datas  chamam a atenção do consumidor.

04

Boas vindas

Um modelo muito bom para demonstrar ao usuário que ele agora é importante para a empresa. É interessante que você envie um e-mail para novos assinantes nas primeiras 24 horas depois do cadastro, pois sua empresa ainda estará na memória do usuário. 

Em e-commerce, uma estratégia muito utilizada por diversas empresas é enviar esse tipo de e-mail marketing para aguçar a vontade do usuário de adquirir determinado produto, oferecendo algum desconto na primeira compra.

05

Promocional

O e-mail mais querido das empresas, principalmente as de e-commerce. O principal foco deste e-mail marketing é promover uma oferta. A estrutura é composta basicamente de imagens dos produtos — vale a pena utilizar imagens bem elaboradas — que instiguem o desejo de compra do consumidor. Alguns exemplos de CTAs utilizados: “Compre Agora”, “Clique Aqui”, “Confira Aqui”, “Quero Agora”.  

Para ter um bom resultado neste modelo de e-mail marketing, é necessário fazer uma boa segmentação da sua lista de contatos. Considere o interesse do seu público (idade, gênero, localização, hábitos etc),os usuários que já fizeram compras anteriores e os que nunca fizeram.

06

Disponibilização de material educativo

Possui um material educativo, como um e-book? Esse é o modelo de e-mail marketing ideal. Especifique no título o que está sendo oferecido, por  exemplo: “E-book - Tudo que você precisa saber sobre e-mail marketing”. Logo, o usuário já saberá o que vai encontrar ao abrir este e-mail. Faça um pequeno resumo do material educativo e crie um CTA para download do material. O foco principal deste e-mail não é a conversão direta, mas disponibilizar um bom material educativo que crie o interesse do usuário de adquirir o seu produto ou serviço.

Além desses modelos, você poderá enviar e-mail marketing para avisar que você possui um novo site, em datas comemorativas, aniversários, disponibilizar brindes ou cupons de desconto. Só não se esqueça de dedicar-se ao design!

Como utilizar o e-mail marketing?

Agora que você conferiu os diversos tipos de e-mail marketing, o que pode notar que eles têm em comum? Acertou se respondeu “relacionamento”. Sim, cada mensagem que vimos anteriormente serve para criar e estreitar um relacionamento entre sua empresa e cada contato da sua base de leads. 

Tendo isso em mente, para utilizar bem o e-mail marketing, é essencial pensar sempre em uma comunicação humanizada. Assim, a melhor maneira de usar o e-mail marketing é agregando valor à vida das pessoas. 

É evidente que você quer que seus contatos comprem, mas para chegar lá, tenha saiba que há um caminho a ser percorrido para conquistar sua atenção e confiança. 

Personalize suas mensagens ao máximo. Nenhuma pessoa dará valor se suas mensagens parecerem automáticas, como se saíssem de uma máquina disparadora de e-mails. 

Mantenha seus envios relevantes e tente se colocar no lugar do lead: você gostaria de receber aquela mensagem? Se sim, ótimo. Você está utilizando o e-mail marketing de maneira correta. 

Construção da lista de e-mails

Sabemos que você pode estar muito interessado em ter uma grande lista de e-mails cadastrados. Mas, devemos alertá-lo que comprar uma lista de e-mails pronta não é a melhor solução. Primeiro, porque esta lista não foi personalizada para sua empresa, ela já foi disponibilizada para inúmeras outras empresas. Segundo, o usuário que está recebendo seu e-mail pode nunca ter ouvido falar da sua empresa, logo, não se lembrará de ter escolhido receber o seu e-mail. Isso significa que seu e-mail marketing tem grandes chances de ir parar na lista de spam.

Vamos te mostrar as melhores formas para criar a sua própria lista.

01

Crie motivo(s) para que as pessoas forneçam o endereço de e-mail:

Uma ótima estratégia para capturar endereços de e-mail é  oferecer algo em troca. Seja descontos, e-books, cupons, modelos, depende do seu negócio. Em e-commerce, é muito utilizada a disponibilização de frete grátis ou descontos na primeira compra. Assim o usuário se sente atraído e, consequentemente, disponibiliza seu e-mail para receber outras ofertas ou promoções.

02

Simplifique

Não crie processos complicados demais ou que solicitem muitas informações. Peça informações realmente valiosas para sua empresa e que vão ajudar a personalizar seu e-mail marketing.

03

Crie uma landing page:

Landing page é uma ótima ferramenta para aumentar a conversão. As landing pages, ou páginas de destino, são páginas de conversão focadas em transformar o seu tráfego em leads (um lead é uma forma de qualificação de um contato) e seus leads em clientes. São páginas que permitem a captura de informações de seus visitantes através de uma oferta, com um formulário e um CTA. A lógica é a seguinte: ao clicar em um link de uma campanha, o cliente vai acessar rapidamente o que o anúncio oferece. Boas Landing Pages são simples, diretas, com um título atraente e uma oferta irresistível para o visitante.

04

Tenha um blog:

Se sua empresa cria conteúdo de qualidade, seu blog  pode aumentar a sua lista de e-mails, pois os usuários terão interesse em receber as suas atualizações. Neste caso, coloque a caixa de inscrição onde os leitores possam encontrá-la rapidamente. Use também CTAs atrativos para levar o futuro cliente a uma landing page, assim você aumenta o repertório de possibilidades para começar sua lista de e-mails.

Qual a melhor ferramenta de E-mail Marketing?

Existem muitas ferramentas de e-mail marketing no mercado. Separamos duas das principais para você. 

RD Station

O RD Station consiste em um software, desenvolvido pela Resultados Digitais para gerenciar e realizar automação de marketing para empresas. Ela possui todas as ferramentas essenciais para fazer com que, de forma assertiva, seu negócio consiga estar sempre à frente dos seus principais concorrentes.

O software reúne soluções completas para o marketing digital das mais diversas empresas dentro de uma só plataforma, simplificando e otimizando muito o dia a dia do seu negócio.

Contando com 4 planos, o RD Station possibilita que a empresa escolha a solução ideal para suas necessidades específicas. Os planos disponíveis são:

  • Plano Light

  • Plano Basic

  • Plano Pro

  • Plano Enterprise

O período de contrato varia de acordo com o plano escolhido. No caso dos planos Light e Basic, não existe um tempo mínimo de contrato. 

Nos planos Pro e Enterprise, o período mínimo de contrato é de 12 meses, podendo ser prorrogado por prazo indeterminado após seu término.

Todos os planos oferecem:

  • Landing Pages com editor visual e modelos;

  • Pop-ups com editor visual e modelos;

  • E-mail Marketing com diversos modelos;

  • Sequência de E-mails;

  • Gestão de Contatos;

  • Integrações com ferramentas que você já usa.

Vantagens da RD Station

As principais vantagens da RD Station são:

  • Interface atraente e simples de utilizar, sendo fácil de administrar por novos usuários;

  • Diversidade de funções, o que permite realizar diversas tarefas com uma única ferramenta;

  • Proporciona uma ótima relação custo benefício, já que oferece planos de acordo com a verba disponível para implantação;

  • Torna possível atrair visitantes qualificados para o seu negócio;

  • Proporciona alta taxa de conversão de visitantes em leads;

  • Possibilita a construção de relacionamentos mais próximos entre a empresa e o cliente, o que gera mais vendas;

  • Permite a análise dos resultados obtidos, tornando possível fazer escolhas mais assertivas a partir de dados concretos.

SharpSpring 

A SharpSpring, já disponível no Brasil, é a plataforma de automação de marketing mais bem avaliada do mercado americano. A plataforma pode ser considerada uma opção atraente para empresas em crescimento porque oferece ao mercado contratos mensais flexíveis. 

Planejamento, criação e envio de e-mail marketing com base em comportamento

Possibilita o acompanhamento das interações dos leads para criação de conteúdos e interações responsivas de acordo com o comportamento dos seus contatos. Dessa maneira, você se torna relevante a cada passo da jornada de compra.

Gestão de leads com automação de marketing

A SharpSpring tem recursos inteligentes para ajudar sua empresa a interagir com os contatos de maneira oportuna. Você mesmo cria os filtros de envios de e-mail marketing com base em ações e preferências de seus contatos. E pode desenvolver etapas de nutrição, encaminhando informações relevantes para sua equipe de vendas.

O Visual Workflow Builder da SharpSpring é um construtor de fluxos de e-mail automáticos. A ferramenta torna simples estruturar sua estratégia definindo etapas de abordagem e gatilhos customizados para o comportamento de cada lead em cada momento da jornada de compra.

O recurso é voltado principalmente para agências de marketing digital que precisam de agilidade na construção de fluxos de nutrição.

Como fazer uma boa campanha de e-mail marketing?

Para alcançar o sucesso em seus objetivos e fazer uma boa campanha de e-mail marketing, você precisa estar atento aos seguintes pontos: planejamento de público, frequência de disparos, criação de templates e segmentações.

Confira a seguir mais detalhes sobre cada item:

01

Planejamento de público

Você entende seu público e sabe com quem quer se comunicar? 

É importante saber responder algumas perguntas básicas sobre esse tema. 

Quem é seu público?

Nesta etapa inicial, você deve analisar seu público-alvo e saber quem são as personas que deseja atingir com sua comunicação. 

Que ações você pretende realizar com seu e-mail marketing?

Tenha um objetivo claro antes de começar. O que você deseja fazer? Educar, pedir que baixem seus materiais, vender, informar, gerar indicações? É importante ter desde já um foco para gerar os resultados esperados. 

Como a sua empresa “fala” com o mercado?

Isto é, qual a linguagem de sua empresa?

Formal ou informal, mais solta e bem humorada ou extremamente séria? É importante que você estabeleça uma linguagem coerente e que a mantenha em todas as comunicações com seu público-alvo. Uma linguagem eficaz tem que ser sempre planejada tendo personas em mente.  

Padronize sua “fala” e você irá mais longe, gerando empatia com seus e-mails. 

Como você mede o sucesso de seus e-mails? 

Levando-se em conta o objetivo que foi estabelecido, o quanto sua empresa está alcançando? Quantos leads você educou? Quantos downloads de seu aplicativo foram efetuados? O quanto você vendeu? Se você estabeleceu um objetivo claro anteriormente, fica muito mais fácil medir seu sucesso nesta etapa. 

Essa Informação orientará seus futuros esforços e o planejamento dos e-mails que virão posteriormente. 

02

Criação de um template

Além de uma comunicação escrita coerente, é importante você estabelecer um estilo visual próprio presente em todos os seus e-mails. Dessa maneira, seu público já saberá o que esperar só de passar o olho pelos seus e-mails. E isso é bom, porque seus contatos já estarão habituados a receber algo de valor em sua comunicação. 

Crie essa padronização tendo em mente as dicas a seguir. Elas irão ajudar sua empresa a melhorar suas taxas de clique e de abertura. 

Coloque o call-to-action e título nos primeiros 300px de altura do email

Estudos indicam que 60% das pessoas que abrem e-mails não rolam o conteúdo. Por isso, é importante que o objetivo do seu e-mail fique claro logo no início (300px). Essa é uma forma de dar um “atalho” para que seu público vá direto ao que interessa.  

A proporção ideal é de 40% de imagens e 60% texto

Siga essa orientação para proporcionar uma leitura mais fácil ao seu público. Sua taxa de entrega irá se beneficiar muito disso. 

Cada imagem deve pesar no máximo 100kbs — e você pode inserir, no máximo, 470kbs em imagens no seu layout

Dica importante, porque os provedores não aceitam imagens com mais de 100kbs. 

Caso você ultrapasse esse peso, sua taxa de entrega poderá ser prejudicada. 

Tenha somente um objetivo por campanha e insira no máximo 3 ctas diferentes em seu email

Seguir esta dica facilitará a vida do usuário, porque ele entenderá com mais clareza o que deve fazer e que decisão tomar. 

Insira a opção de descadastro

Esse item tem efeito direto sobre sua entregabilidade, por diminuir reclamações e mensagens marcadas por spam. Respeite o usuário e fale com quem realmente está interessado. 

03

Planejamento de frequência

Para otimizar seu relacionamento com o público, monte um calendário. 

Busque o equilíbrio para não enviar e-mails de mais, nem de menos. 

Se você enviar e-mails em excesso, sua taxa de abertura vai diminuir, porque sua base de contatos ficará cansada de tantas mensagens. Por outro lado, poucos e-mails levam ao desengajamento, isto é, o público vai esquecer dos seus conteúdos. Atente-se aos próximos itens para saber como proceder. 

Regularidade

Mantenhas envios constantes mantendo horários pré-definidos. 

Você sabe em quais horários seus leads preferem receber e-mails? Vale a pena saber, pois isso vai variar de negócio a negócio. 

Seus contatos devem poder contar com os e-mails que sua empresa envia sempre no horário que eles preferem. 

Frequência

Determine quantos e-mails sua empresa irá enviar em um período pré-definido. 

A frequência de um envio por semana é ideal para começar, mas pode ser modificada de acordo com os resultados. 

Dependendo do negócio, é possível enviar um e-mail por dia, por exemplo. Mas isso não é regra e depende muito do perfil de sua empresa. 

Estrutura e calendário de conteúdos

Monte um calendário de envios para saber exatamente quando irá disparar uma mensagem. 

Organize seus envios de modo a saber qual o dia ideal para disparar e-mails para cada segmento de público. Otimize seus horários e estabeleça um fluxo de produção de layouts para envios. 

04

Segmentação

Analise seu público e divida-o em nichos, para que você se comunique de maneira segmentada e assertiva. 

Alguns exemplos de segmentação possível são por persona, por cargos gerenciais (enviar materiais mais estratégicos) ou técnicos (enviar materiais mais voltados ao dia a dia),  pessoas que já demonstraram interesse em algum produto e não compraram e  muitos outros. 

O importante é você saber que não deve se apegar a modelos de segmentação prontos, mas sim segmentar de acordo com o que faz sentido para seu negócio. 

Informação

Para segmentar corretamente, você precisa saber muito bem quem é cada lead. Estar bem informado é crucial na hora de dividir os envios por grupos de destinatários. 

Landing Pages são ótimas fontes dessas informações e devem ser usadas estrategicamente para essa finalidade. 

Uma boa definição de perguntas a serem feitas numa landing page garante que o trabalho de segmentação seja bem sucedido posteriormente, pois os formulários preenchidos se tornarão ricas fontes de dados. 

Métricas: Como medir os resultados

Após o envio do e-mail marketing, um dos maiores questionamentos é: estou fazendo isso da maneira correta? A melhor forma para responder esta pergunta é a verificação. Através da análise das métricas, você poderá concluir se o seu trabalho está gerando resultado ou se será oportuno realizar algumas modificações. O sucesso da sua estratégia de e-mail marketing depende do seu monitoramento de métricas.

As métricas mais utilizadas para análise de e-mail marketing são:

01

Taxa de entrega

Esta métrica verifica quantos e-mails realmente chegaram na caixa de entrada do usuário. Segundo a Return Path, para cada 6 mensagens comerciais enviadas, uma nunca chega na caixa de entrada do assinante. Por isso é importante analisar se os contatos estão recebendo o seu e-mail. 

O grande vilão das organizações é cair na lista de spam. Se sua lista de e-mails é comprada, a taxa de entrega será menor. Outras razões podem levar à diminuição da taxa de entrega, como por exemplo, o e-mail não existir mais. Uma limpeza na sua base de contatos pode resolver esse problema, mantendo apenas endereços de e-mail válidos, sem erros de ortografia ou inexistentes.

Para melhorar a taxa de entrega, tenha um servidor de envio confiável, que possua certificado de segurança. E realize testes para verificar se a mensagem está sendo entregue. Crie contas diferentes em outros servidores (Yahoo, Google, Hotmail) e insira o e-mail na sua lista de envio. 

02

Taxa de abertura

A primeira razão que o usuário terá para abrir o seu e-mail é o título. Por isso, foque no assunto, como já ensinamos anteriormente. Ele deve criar interesse para que a pessoa tome a decisão de abrir sua mensagem. Mostre os benefícios, crie um sentimento de urgência, deixe as pessoas curiosas. Essas são algumas estratégias interessantes para aumentar a taxa de abertura. Mas não tente enganar o usuário! O título deve sempre estar de acordo com o que está sendo oferecido no e-mail.

A taxa de abertura é medida da seguinte maneira: a quantidade de pessoas que abriram seu e-mail, dividida pelo número de pessoas que o receberam. Uma média de 20% a 30% é considerada uma boa taxa de abertura.

Não se esqueça de otimizar o e-mail para que ele seja visualizado por qualquer aplicativo móvel. Hoje em dia, a taxa de abertura em dispositivos móveis pode atingir 50% ou até mais!

03

Taxa de clique

É o clique o responsável pela conversão. Para aumentar a taxa de clique, entregue o que prometeu no título do e-mail. Esse é o primeiro passo para que o usuário clique no CTA, que como já dissemos, deve chamar a atenção. É importante que ele não apareça apenas no final do texto. Uma adequada segmentação também aumenta o número de cliques. 

A taxa de clique é medida da seguinte maneira: total de cliques dividido pelo número de e-mails enviados. Uma média de 2% a 5% é considerada uma boa taxa de clique. É através dessa análise que sua empresa poderá realizar os testes para definir quais abordagens geram mais cliques. 

Analise também os horários em que ocorreram maior taxa de abertura e cliques, quais assuntos tiveram mais cliques, qual layout chamou mais atenção e qual CTA foi responsável pelo maior número de cliques.

Se a taxa de abertura de e-mails foi alta, mas a taxa de cliques foi baixa, é necessário reconsiderar o conteúdo e layout da campanha para que se torne mais atraente e visualmente mais fácil para o usuário se localizar e identificar onde deve clicar.

04

Taxa de Conversão

A taxa de conversão é a porcentagem de usuários que clicaram em um link dentro do e-mail e realizaram a ação pretendida. De todas as métricas acima, essa é a mais importante. É através dela que você poderá identificar se todas as ações geraram conversões, ou seja, vendas. É também através da  métrica desta taxa que poderá ser medido o Retorno sobre o Investimento (ROI). Para calcular o valor do ROI, basta subtrair o valor dos investimentos do valor ganho e dividir pelo valor investido. O resultado é expresso em porcentagem.

O acompanhamento dessas métricas possibilita identificar quais campanhas tiveram os melhores resultados. Na maioria dos casos, a conversão não acontece do dia para a noite, ela é resultado de vários testes e de muito aprimoramento. 

Teste A/B: um aliado poderoso para aumentar resultado

Quando falamos sobre o CTA, indicamos que seja realizado alguns testes para analisar qual obteria o melhor resultado. O teste A/B tem esse mesmo objetivo: gerar duas versões (daí a expressão “teste A/B”) para mensurar qual delas traz melhores resultados.

O teste é realizado com uma amostra da sua lista de e-mails. A quantidade deve ser o suficiente para que tenha uma relevância estatística, ou seja, de nada adianta enviar para poucos usuários. Quanto maior for a amostra de teste, mais efetivo será o resultado. Nesse caso, um software trará resultados mais precisos do que se for executado manualmente.

E como realizar esse teste? Tudo dependerá dos seus objetivos. Se o seu objetivo é testar a taxa de abertura, que como dissemos anteriormente, está totalmente atrelada ao título, umas das formas seria verificar o título do e-mail, como por exemplo:

  • Exemplo A: “Compre agora: cupom de desconto de R$ 100,00” ou

  • Exemplo B: “Ganhe R$ 100,00 de desconto no seu produto preferido.”

Nessa situação, você poderá analisar qual título recebeu a maior taxa de abertura e utilizá-lo para os demais e-mails. Além disso, poderá testar:

  • Horário que o e-mail foi enviado (enviar em horário diferentes).

  • Dia da semana que foi enviado (enviar em dias diferentes).

  • Endereçado com o nome do usuário ou não. (exemplo A: “Ana, essa oferta é para você” ou exemplo B: “Não fique de fora, aproveite essa oferta”).

Esse tipo de teste permite que você perceba qual tipo de título, horário e dia da semana sua campanha foi mais bem sucedida.

Mas se o seu objetivo for verificar a taxa de clique, você poderá realizar os seguintes testes:

  • Cores dos botões do CTA (testar diferentes contrastes de cores).

  • Frases diferentes no CTA (Exemplo A: “Preços baixos: Compre agora” ou Exemplo B: “Confira as nossas ofertas”).

  • Uso de imagem ou não.

  • Imagem com cor ou sem cor.

  • Uma imagem ou várias imagens.

  • Formatação do e-mail com parágrafos longos ou curtos.

A partir do momento que você começa a usar o teste A/B, será possível preparar e organizar melhor suas campanhas de e-mail marketing com os resultados obtidos.

Agora você sabe tudo sobre e-mail marketing! Esperamos que você tenha aprendido muito e que use tudo o que aprendeu para criar campanhas que convertam muito bem. Sucesso!