• Blog
  • Quer saber como vender pela internet? Confira 7 dicas e aproveite!

Quer saber como vender pela internet? Confira 7 dicas e aproveite!

Quer saber como vender pela internet? Confira 7 dicas e aproveite!

Quer saber como vender pela internet? Confira 7 dicas e aproveite!

Você checou os dados sobre vendas na internet ultimamente? Com a pandemia do coronavírus, os números dispararam. Entretanto, é um erro achar que esse pico foi ocasionado apenas por um contexto passageiro, já que essa tendência já vinha se consolidando.

Com esses dados, fica mais fácil entender a importância de vender pela internet hoje em dia. Pensando nisso, preparamos um post com dicas para você aumentar as suas chances e se adaptar ao e-commerce. Boa leitura!

1. Invista no marketing digital

O marketing digital é uma evolução significativa das antigas práticas mercadológicas. Com a internet, ficou mais fácil desenvolver uma estratégia ampla, fazendo uso de conteúdos e artigos direcionados e das mídias sociais e, até mesmo, automatizando e-mails a serem enviados para clientes em potencial.

Uma das principais inovações é o chamado Inbound Marketing. Com essa estratégia, a empresa deixa de ir atrás dos clientes para explorar canais mais precisos, como mecanismos de busca, posts relevantes em blogs e uso ativo das mídias sociais.

Caso um lead (um consumidor em potencial) esteja precisando tirar uma dúvida sobre um produto, é bem provável que ele pesquise a resposta em blogs de pessoas que entendem do assunto. Assim, o marketing digital moderno aposta em conteúdos relevantes para atrair pessoas e transformar aquela empresa em uma autoridade sobre o tema — o que incentiva a confiança e, consequentemente, a concretização de vendas.

Com a atual pandemia do coronavírus, saber utilizar a internet para turbinar as vendas se tornou ainda mais essencial. O marketing digital atua efetivamente nessa direção, com práticas para posicionar melhor a marca e fazer com que ela seja encontrada com mais facilidade.

2. Facilite o atendimento

É crucial oferecer mais de um meio de contato para os seus clientes interagirem com a sua marca. Para facilitar o atendimento, uma ótima medida é utilizar a estratégia omnichannel, que leva os gestores a adotarem diferentes canais de relacionamento com o cliente.

A partir daí, esses canais serão integrados, possibilitando ao consumidor escolher a opção que mais o agrade. Isso pode ser feito por redes sociaise-mail, telefone, mensagens de WhatsApp etc. — o importante é que a experiência de interação seja a mais satisfatória possível.

3. Forneça informações detalhadas dos produtos

Suponhamos que uma empresa de produtos de informática utilize a seguinte descrição para um item: “Teclado para notebook: a melhor opção do mercado, pode confiar”. Um anúncio assim não diz muita coisa para o cliente, não é mesmo? Afinal de contas, todo e-commerce quer vender seus produtos, então, ninguém depreciará as próprias mercadorias.

Para se diferenciar dos concorrentes, ofereça informações detalhadas dos produtos, ressaltando suas especificações e recomendações de usuários e das publicações especializadas. Quanto mais dados concretos o consumidor tiver sobre aquela mercadoria, mais estimulado ele será para concretizar a aquisição.

4. Ofereça um delivery de qualidade

Você já deve ter lido por aí que boa parte das empresas acabou fechando com a crise do coronavírus. Afinal, boa parcela dos brasileiros perdeu o seu poder de compra, além das restrições impostas pelas autoridades para garantir o isolamento social.

Tráfego Orgânico: Guia completo para conquistar tráfego para seu site

No entanto, há boas notícias para empreendedores. Empresas que vendem pela internet e que oferecem um delivery de qualidade ganharam espaço, uma vez que as pessoas só estão saindo de casa para cumprir tarefas essenciais. Assim, investir nas entregas é um modo de se manter “no radar” dos clientes e diversificar as características do negócio.

Contudo, antes de estabelecer uma estratégia de delivery, garanta que a sua empresa está devidamente habilitada para entregar os produtos no prazo prometido e que ela tem funcionários para lidarem com as solicitações. Se você está no ramo alimentício, pode buscar parcerias com empresas, como o Uber Eats, caso ainda não tenha colaboradores para lidar com as demandas.

5. Divulgue a loja

Muitos negócios ainda funcionam à moda antiga, priorizando o contato direto com os clientes, olho no olho. Entretanto, é necessário se adaptar às demandas atuais para continuar sobrevivendo no mercado. Por isso, invista em uma estratégia digital.

Apostar no contato direto com os clientes por meio da criação de perfis nas mídias sociais é, inclusive, bem mais barato do que apostar em outdoors, por exemplo. Uma boa ideia é designar um colaborador exclusivamente para a tarefa, interagindo diretamente com os clientes em potencial e os já fidelizados.

Dessa forma, a empresa fortalece o seu relacionamento com os clientes e ainda aposta em ações modernas de marketing. É possível, também, contar com profissionais qualificados da área e até mesmo contratar influenciadores digitais (como YouTubers) para reforçar o apelo da loja.

6. Invista no pós-venda

Contato feito, compra realizada. O produto é de qualidade e o consumidor está feliz com a aquisição. A relação acaba aí? Se o intuito for se destacar no mercado atual com um atendimento de qualidade, a jornada continua.

Isso porque é muito importante investir em uma boa estratégia de pós-venda, com a empresa se colocando à disposição para tirar dúvidas sobre os produtos e serviços adquiridos. Outra boa medida é fornecer serviços de manutenção no pacote.

O pós-venda é uma estratégia eficiente para garantir a satisfação dos clientes, mas também é uma fonte de dados para a própria companhia. Isso porque será possível realizar pesquisas de satisfação e elaborar promoções especiais para fidelizar os consumidores.

7. Aposte na cultura data driven

Você já ouviu falar de ferramentas de análise de dados, como Big Data e Business Intelligence? Elas são ótimas para percorrer bancos de dados na internet e o próprio histórico digital de vendas de um negócio que já esteja operando.

Assim, será possível desenvolver estratégias baseadas em conhecimento relevante, aproveitando estudos que enfoquem consumidores que tenham a ver com o público-alvo desejado. Dessa maneira, será mais fácil desenvolver ações mais precisas e totalmente concentradas naquelas pessoas que tenham o perfil de comprador em potencial das suas soluções.

Agora que você conhece as dicas mais valiosas para vender pela internet, já pode aplicá-las no seu cotidiano empresarial. Por mais que algumas tendências, como o delivery, tenham estourado de vez no contexto da pandemia, a verdade é que esse tipo de serviço é essencial para tornar o seu atendimento mais completo.

Gostou do post e quer saber mais sobre estratégias para vender mais pela internet? Então, entre em contato conosco!

Você não deveria desperdiçar dinheiro em um site que não gera nenhum valor para você.

Vamos conversar →

Avalie este post: