7 passos para colocar o site da sua empresa no ar

7 passos para colocar o site da sua empresa no ar
7 passos para colocar o site da sua empresa no ar

Você sabe como colocar um site no ar? A montagem e publicação de uma página são os primeiros passos para garantir a presença online de sua empresa e atrair um público qualificado. Além disso, elas são ferramentas importantes não apenas para conquistar novos clientes, mas também para manter um relacionamento próximo com os atuais.

Apesar de todo esse potencial, muitos empreendedores ainda não conhecem todos os detalhes envolvidos na criação do site da empresa, o que pode gerar problemas e até mesmo custos desnecessários para o negócio.

É por isso que neste post nós vamos mostrar os 7 principais passos para colocar o site da sua empresa no ar. Continue a leitura e confira!

  1. Escolher um domínio para o site da empresa

    O primeiro passo para colocar o site da sua empresa no ar é escolhendo o seu domínio, que funciona como o endereço da sua marca na internet. O ideal é que ele seja curto, relevante e fácil de memorizar, uma vez que domínios muito grandes podem confundir o usuário e até mesmo prejudicar a sua credibilidade.

    Outra boa prática é inserir uma palavra-chave importante para o negócio no domínio do site, pois isso pode ajudar você a ser facilmente identificado pelos clientes e a conquistar as melhores posições nas buscas do Google.

  2. Contratar uma boa plataforma de hospedagem

    A plataforma de hospedagem é o local onde o site da empresa e os dados referentes a ele estarão armazenados. É a hospedagem que garante o acesso dos usuários às informações contidas na sua página.

    Por esse motivo, é muito importante que você contrate uma plataforma de hospedagem estável e segura, que esteja preparada para receber um grande número de visitas, seja protegida contra-ataques virtuais e que não fique fora do ar com frequência.

    Esta é uma característica especialmente importante para lojas virtuais, nas quais qualquer instabilidade ou a insegurança da plataforma de hospedagem podem significar uma venda perdida e a insatisfação de um cliente em potencial.

  3. Escolher um bom CMS para o seu site

    A não ser que você queira alterar o código-fonte do seu site sempre que você precisar fazer uma atualização de conteúdo, escolher um bom CMS é indispensável. Por isso, após definir o domínio e o serviço de hospedagem ideal, é hora de escolher a plataforma de gerenciamento de conteúdo — mais conhecida como CMS — ideal para o seu projeto.

    Existem várias boas plataformas disponíveis no mercado. O WordPress é a mais recomendada para sites e blogs, permitindo que qualquer pessoa, mesmo sem nenhum conhecimento de programação, faça todas as alterações necessárias sempre que for preciso.

    Outro CMS bastante popular no mercado digital é o Magento, muito utilizado por lojas virtuais e e-commerces que precisam administrar um grande volume de vendas, produtos e acessos.

    Marketing e site não estão funcionando para você?
    Qual é o custo das oportunidades perdidas?

    Vamos conversar →

    Junior Venturin Daniel

    Formado em Marketing pela Universidade Vila Velha/ES. Trabalha com web desde 1999 e já participou de centenas de projetos digitais. Atualmente, dedica-se a ajudar os clientes a extraírem o máximo das oportunidades da Internet e, sobretudo, a se adaptarem às mudanças impostas pela transformação digital.

Receba novidades