Posicionamento digital: saiba como tirar sua empresa do anonimato

Posicionamento digital: saiba como tirar sua empresa do anonimato
Posicionamento digital: saiba como tirar sua empresa do anonimato

Se você tem uma empresa de pequeno ou médio porte e tem enfrentado dificuldades para alavancar suas vendas, então é hora de você aprender sobre posicionamento digital.

Ter noções de marketing digital e tentar aplicá-las por conta própria sem objetivo e planejamento é algo que dificilmente vai gerar algum resultado positivo para a sua marca. Os tempos atuais exigem qualidade e proximidade na relação com os clientes, que não querem mais apenas comprar aquilo que lhe saltam aos olhos.

Nesse contexto, os parâmetros tradicionais do marketing voltados para a interpelação do público-alvo com anúncios e propagandas não costuma ser a melhor estratégia. Se você quer melhorar seus resultados, continue a leitura deste post!

  1. Conheça seu público e crie sua persona

    Para conhecer seu público e criar sua persona — personagem semi-fictícia baseada em dados reais sobre seu negócio — é necessário antes realizar uma pesquisa de mercado sobre quem são seus clientes em potencial, bem como monitorar aqueles que já conhecem a sua marca.

    Com base nisso fica fácil obter dados diversos sobre o público, como idade, sexo, profissão e escolaridade. A partir daí é possível delinear quais são seus interesses e de que forma você pode atendê-los. Isso será a base para a criação da sua persona.

    Abaixo damos um exemplo da persona de uma empresa de artigos esportivos:

    “Daniel do futebol, 22 anos, trabalha durante o dia e estuda à noite. Acompanha todas as partidas do seu time pela televisão e ama o futebol. Todos os finais de semana joga com sua turma de amigos da época de escola e faz uso de chuteiras, meias e uniformes no seu hobby.”

  2. Entenda o funil de vendas

    Uma coisa é você ter um público e desenvolver uma persona, outra coisa é gerar negócio a partir disso.

    De uma forma simples, o funil de vendas se divide da seguinte maneira:

    • topo de funil, que abrange a atração do visitante ao seu blog ou site;
    • meio de funil, que diz respeito à conversão do visitante em lead (possível cliente);
    • fundo de funil, que é a fase de venda para o cliente — engloba também o suporte e a fidelização.

    Para conseguir ir do topo para o fundo de funil você deve:

    1. monitorar e entender o que o seu cliente busca e como você pode atingi-lo;
    2. atrair por meio de conteúdo de qualidade, de ofertas interesses e de anúncios bem direcionados;
    3. respeitar cada etapa do funil para estreitar o relacionamento e fazer com que a venda aconteça;
    4. converter seus leads em clientes;
    5. verificar o ROI (Retorno de Investimento) levando em conta o quanto foi investido e a quantia obtida como retorno — para obter cada vez mais qualidade na gestão do seu negócio.
  3. Descubra todo o poder da integração entre ferramentas e pessoas para escalar seus resultados.

    Vamos conversar →

    Junior Venturin Daniel

    Formado em Marketing pela Universidade Vila Velha/ES. Trabalha com web desde 1999 e já participou de centenas de projetos digitais. Atualmente, dedica-se a ajudar os clientes a extraírem o máximo das oportunidades da Internet e, sobretudo, a se adaptarem às mudanças impostas pela transformação digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receba novidades