Marketing para vender para o exterior: saiba quais são as diferenças

Marketing para vender para o exterior: saiba quais são as diferenças
Marketing para vender para o exterior: saiba quais são as diferenças

Expandir os negócios para além das fronteiras nacionais é o desejo de muitos empreendedores, mas é algo desafiador. É preciso estar atento a vários fatores, como idioma e legislação, além de adequar as estratégias de marketing para o novo mercado. Essa internacionalização não requer apenas transferir os esforços feitos de um país para o outro. É necessário considerar as particularidades de cada país e adaptar as estratégias de marketing para o novo público-alvo.

Planejar as estratégias de marketing a nível local é fácil quando se está inserido na mesma cultura, compartilhando os mesmos costumes e hábitos dos consumidores. Já o marketing internacional é um desafio, pois exige que a companhia estude o seu público-alvo do zero e planeje novas estratégias mercadológicas sob medida para o novo mercado.

Se está pensando em expandir o seu negócio para uma escala internacional, é importante investir em um bom plano de marketing, de modo que sua empresa, ao ultrapassar as fronteiras, consiga se estabelecer globalmente. Listamos algumas estratégias que podem ser adotadas nessa internacionalização.

  1. Pesquise sobre o novo público-alvo para que a sua empresa consiga romper as barreiras culturais e transmitir os seus valores, preservando ao máximo a identidade da organização. Para isso, é preciso pesquisar tendências e mídias locais, a fim de criar campanhas publicitárias eficazes, além de investir no relacionamento com o cliente.

  2. Adapte o seu site para o idioma do país em que você está inserindo a sua empresa e invista em serviços de automação.

  3. Para além do idioma, é preciso adaptar a linguagem utilizada nas comunicações de cada país: adequar o vocabulário, usar expressões e referências regionais e ajustar o tom de voz da marca. Assim, você consegue alcançar o seu público com mais facilidade.

  4. Analise a concorrência e verifique o que funciona ou não no país para o qual você está expandindo a sua empresa. Saiba o que estão vendendo e estabeleça os seus principais concorrentes.

  5. Estude as regras internacionais de atuação, legislações, regras tributárias, além de se atentar para as leis sobre patentes e licenças, tratados internacionais e determinações de órgãos, como a Organização Mundial do Comércio (OMC).

  6. Descubra as preferências de pagamento do seu público-alvo. Isso pode variar bastante, dependendo do país. No Brasil, por exemplo, o método mais utilizado é o cartão de crédito, enquanto na Holanda é a transferência bancária. Assim, é importante saber se o seu cliente prefere pagar com cartão de crédito, débito, via transferência internacional ou outra forma de pagamento.

Se você quer levar o seu produto ou serviço para fora do país, o marketing internacional é essencial nessa jornada, pois ele vai ajudar a posicionar sua empresa globalmente e com reconhecimento de mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receba novidades