Acesse o conteúdo

Marketing Empresarial: conheça o guia completo sobre o assunto!

Marketing Empresarial: conheça o guia completo sobre o assunto!
Marketing Empresarial: conheça o guia completo sobre o assunto!

O Marketing Empresarial tem uma função expressamente clara de fazer a construção da imagem de uma determinada empresa.

Deste modo, ele nada mais é do que uma série de atitudes que devem ser tomadas para fazer com que tanto o meio externo, como os clientes, quanto o interno, como os colaboradores, se sintam bem no ambiente em que estão atuando / comprando.

Inúmeras empresas praticam o Marketing Empresarial, como é o caso do Descomplica, da Havan e do Visão Confiável. O intuito é conseguir atrair mais clientes que tenham interesse em comprar os produtos da marca e se fidelizar a ela.

Hoje em dia, inúmeros pontos podem ser explorados pelas estratégias adotadas pelas marcas, indo muito mais além de um simples preço.

O preço é uma questão importante quanto a validade de um produto.

No entanto, os clientes estão cada vez mais exigentes e estão analisando outros aspectos. Como é o caso de qualidade e até mesmo sobre o comprometimento que a empresa possui com o meio ambiente.

Enfim, neste artigo de hoje, a gente vai falar mais sobre o que é Marketing Empresarial e tudo o que você precisa saber sobre ele para que a sua marca tenha uma boa posição, tanto no meio digital quanto por via tradicional.

Portanto, se quiser saber mais sobre o assunto basta que fique aqui conosco porque temos um super guia completo!

O que é Marketing Empresarial?

Atualmente, as agências de marketing distribuem vários conceitos sobre o que seria o Marketing Empresarial.

No entanto, de acordo com o que é afirmado pela Rock Content, é estimado que esse conceito nada mais seja do que ações que têm o intuito de captar novos clientes no meio digital e tradicional.

Existem ações das mais variadas, como é o caso do marketing de conteúdo, que servem para captar leads.

O marketing de conteúdo nada mais é do que o uso de palavras-chave, sejam elas de cauda longa ou de cauda curta, que têm o intuito de rankear no Google.

Um exemplo bastante claro de uso de palavra-chave de cauda longa e de cauda curta é esse mesmo artigo. Ou seja,”Marketing Empresarial” é uma expressão (palavra-chave) pequena (cauda curta, que tem grandes buscas do Google).

Dessa forma, é muito difícil de conseguir rankear, mas, quando se consegue, há um grande volume de acessos no site porque há muita gente procurando por esse termo.

No entanto, quando se está usando uma expressão semelhante a “como surgiu o Marketing Empresarial”, o termo é muito mais denso e a quantidade de gente procurando por isso é muito menor que a quantidade de pessoas procurando apenas por Marketing Empresarial.

O que isso quer dizer? Que pela menor concorrência, é fácil estar na primeira página do Google com cauda longa, mas é mais difícil ter tantos acessos com essa palavra-chave.

Viu só como as ações de marketing, ou a escolha de uma simples palavra, podem envolver todo um jogo de estratégia? Imagine então quando estamos falando de todo o esquema de captação de clientes vindos de uma empresa.

Como surgiu o Marketing Empresarial?

Os amantes de publicidade e de marketing afirmam que o Marketing Empresarial teria começado a existir durante a Revolução Industrial.

Isso porque foi nesta época que as empresas começaram a competir entre si para conseguir vender em grandes quantidades.

Na época, a qualidade não era um dos assuntos debatidos pelas marcas, ou seja, se queria ter grandes estoques no final do dia. Grandes estoques representavam dinheiro entrando, hoje não mais.

Mas, foi depois de uma grande crise por falta de compradores, excesso de estoque e necessidade absurda de baixar demais os preços para conseguir clientes, que as empresas começaram a voltar os focos para outros fins.

Hoje em dia, não importa apenas o produto, mas todo o contexto do qual ele está inserido.

Como assim!?

Vamos usar o exemplo da Natura. Se a Natura estivesse no mesmo contexto que o da Revolução Industrial, iria investir massivamente na produção de vários cremes para as mulheres, que são o seu público em potencial. Mas isso naquela época.

Hoje em dia, a Natura tem que competir com a Vult, Avon, Jequiti e várias outras marcas. Se tem creme de tanta empresa diferente, o que fará com que a minha se destaque para o consumidor?

Viu só como apenas ter o produto não é mais suficiente para conseguir espaço no mercado?

Para que a Natura consiga vender elevadas quantidades de produtos, ela tem de investir em marketing.

O marketing da instituição chama a atenção por causa da valorização do corpo feminino e da tentativa de mostrar que as mulheres são lindas do jeito que são, e que não precisam de nada para mudar isso.

Ou seja, o público da Natura se sentiu envolvido e abraçado com as publicidades e isso fez com que os seus produtos, simples cremes que são produzidos igualmente por milhares de outras marcas, saíssem na frente.

Por que devemos investir em Marketing Empresarial?

Você já parou para se perguntar porque as empresas devem investir no Marketing Empresarial? Separamos motivos muito claros e fáceis para isso em uma breve lista neste artigo.

É barato quando se sabe fazer

O Marketing Empresarial está se tornando cada vez mais digital. O que isso quer dizer? Que ele é super barato quando sua empresa sabe como e quando fazer. Isso porque não se usa mais de forma tão massiva os meios tradicionais de comunicação.

Consegue-se praticar o Marketing Digital apenas fazendo o uso de blogs, sites empresariais e conteúdo. As redes sociais estão sendo grandes aliadas para isso ao permitir que as empresas invistam em contatos diretos e indiretos no Linkedin, Facebook e Instagram.

Mas, como a gente disse, ele é barato quando se sabe fazer ou se tem uma equipe para isso.

Tomar atitudes equivocadas de marketing sem estudar previamente o seu público pode fazer com que se gaste mais do que pensava para repor a sua imagem e garantir que vai conseguir se manter no mercado depois de cair em alguma polêmica.

Aumento das vendas

Tem como a gente fazer a compra em uma empresa que sequer ouvimos o nome e não sabemos que existe? Como que eu vou comprar no Mercado Livre se eu nem sei da existência do mesmo? E da Amazon?

Ao investir em Marketing Empresarial, você está abrindo ainda mais o seu campo de atuação para os clientes em potencial, mas que não sabem que a sua marca existe.

Quando o seu público potencial começa a descobrir que você existe, como consequência, haverá um aumento expressivo das vendas. Tem coisa melhor do que isso?

Empresas conseguem aumentar o faturamento em mais de 100% ao investir em marketing.

E, é claro, um dos aspectos que a gente pode salientar é que o investimento em marketing nem sempre precisa contar com profissionais da sua empresa.

Você pode contratar terceiros que irão realizar todo o serviço e até mesmo ir em busca de uma agência especializada no assunto. Alternativas não faltam.

Molda a imagem da sua empresa

Outro aspecto que podemos salientar é que o Marketing Empresarial tem a capacidade de moldar a imagem da sua empresa nos meios de comunicação e fazer com que os clientes vejam a empresa de um jeito ou de outro.

O Marketing Empresarial permite que você crie estratégias para que a sua marca apoie alguma coisa e isso faça parte do que ela é e de como o cliente vai se sentir ao comprar o seu produto.

Lembra do exemplo da Natura, que demos acima?

A Natura conseguiu educar os seus clientes para que eles saibam o que é auto estima, a importância do amor próprio e da aceitação.

Ou seja, a pessoa que compra os seus cremes e produtos de beleza se sente abraçada e aceita. Um simples creme, ou perfume, pode passar a se tornar um sinônimo de conforto.

Por isso que o Marketing Empresarial é tão importante, afinal, serve para educar os seus clientes.

Como fazer Marketing Empresarial?

Mas, e como fazer o Marketing Empresarial para a minha marca e garantir que estou fazendo do jeito certo? Bem, não tem como dizer isso de forma exata, porque cada caso é um caso.

No entanto, existem dicas que podem te ajudar a colocar o marketing e as estratégias em prática. Agora, cabe a você decidir qual estratégia que vai tomar e as ações que precisa ter logo em seguida, viu?

Então, bora lá porque temos alguns exemplos de Marketing Empresarial e como fazer na prática.

Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo consiste em educar a sua audiência para que ela aprenda sobre o conteúdo e veja sua marca como referência.

Geralmente, ele é aplicado na área de blog e também nas redes sociais. Muitas vezes, essa estratégia é utilizada para que a marca consiga se tornar uma referência no assunto em que está atuando.

Por exemplo, uma agência de marketing pode publicar artigos no seu blog do Google falando o que é CRM, como reduzir custos e tudo o que imaginar.

As pessoas que irão ler esse artigo, irão crer que ela é referência porque estava ensinando e, se alguém tiver interesse em contratar uma agência, vai se recordar deles e terá interesse em fazer um orçamento.

O marketing de conteúdo, muitas vezes, é utilizado como forma de agregar mais valor ao produto.

Se você está educando alguém, se você mostrar que sabe sobre aquilo, com certeza vai ser recomendado não apenas uma agência de marketing, mas sim como a agência de marketing de especialistas.

E, todo mundo sabe que especialistas cobram mais, e cobram mais porque sabem do que estão fazendo.

Marketing pago

O SEO e o marketing de conteúdo são coisas que demoram tempo e existem grandes investimentos. Por isso, muitas empresas estão optando por algo que seja mais rápido, preferindo fazer o uso da estratégia de marketing pago.

O marketing pago, também conhecido como ADS, vem sendo uma alternativa para quem deseja ter resultados rápidos.

Por meio dele, você paga um anúncio para que seja disponibilizado para o seu público em potencial.

Depois disso, deve-se pagar ao Google um valor que vai variar de acordo com quantidade de cliques que o seu anúncio obteve e também pela quantidade de visualizações.

O marketing pago é uma forma de publicidade de muitas agências e acaba sendo a maneira como muitos blogs conseguem monetizar os seus canais por meio do famoso CPM.

Existem alguns cuidados que você precisa ter na ponta da língua ao falar de marketing pago.

Um deles, neste caso, é sobre o CPC, que nada mais é do que o custo por clique: quanto que você está tendo que pagar ao ADS por cada clique que é feito sobre o seu portal?

Ações sociais

Muita gente diz que não, mas as ações sociais são, sim, uma forma de praticar o Marketing Empresarial.

Em suma, elas mostram para a sociedade que você e sua empresa estão engajados com o que está acontecendo na sociedade e que realmente quer fazer alguma coisa para ajudar, ou seja, que não está apenas pensando em vender um determinado produto e conseguir lucro com isso.

Existem vários tipos de ações sociais que podem ser citadas atualmente, como o caso de doações para institutos de idosos e de crianças carentes.

Algumas marcas, como na cidade de Brusque, em Santa Catarina, também realizam o patrocínio de atividade para pets de rua, para que haja um aumento do número de adoções do Instituto Acapra.

Praticamente nenhuma empresa que doa não cita isso nas suas redes. As empresas costumam postar em suas redes sociais para divulgar aos seus clientes sobre as doações que estão fazendo e como elas conseguem contribuir para o meio em que estamos vivendo.

Relacionamento

Durante muito tempo, o Nubank se tornou popular porque contavam com um bom relacionamento com os clientes. E quem escutava isso e que já estava insatisfeito com os bancos mais tradicionais pensava: será que é lá que serei bem atendido?

Foi assim que eles conseguiram mais de 40 milhões de pessoas usando as contas: justamente por causa da relação que eles tinham com os usuários. O relacionamento não é algo que se cria da noite para o dia, é importante tempo e investimento.

O relacionamento se trata de intervir nas redes sociais, mandar e-mails com dicas e até mesmo ter um bom atendimento via chat e telefone.

Outro banco que se tornou referência em escala nacional quando a relação com o cliente é o Itaú.

Tem gente que está até mesmo no Linkedin elogiando a instituição por causa da qualidade de prestação dos serviços e do relacionamento que eles têm com os seus usuários.

Manter um bom relacionamento é crucial nos dias de hoje porque faz com que a sua marca fique sempre sendo relembrada pelos clientes em meio a tantas coisas.

E, é claro, quando os leads estiverem tendo dificuldades e necessidades, se estiver os engajando corretamente, você ainda tem a alternativa de divulgar a eles o seu produto.

Marketing de Guerrilha

O Marketing de Guerrilha também vem sendo uma estratégia utilizada pelos grandes veículos de comunicação como forma de usar a criatividade em casa para fazer com que os usuários se recordem do seu produto.

O seu produto pode estar nos locais mais inusitados e isso fará com que ele se torne inesquecível apenas com o uso da inovação.

Um exemplo clássico e que foi compartilhado pelo portal RD Station é sobre o Kitkat. A empresa teria pintado os bancos de marrom para imitar o chocolate e depois feito a adição de desenhos representando a embalagem dos chocolates.

Logo, sempre que a pessoa fosse sentar sobre os bancos, iria se recordar da instituição e ficaria até mesmo com fome de comer o doce!

Já pensou, você está cansado do trabalho ou da escola e senta em um banco de Kitkat? Uma grande parte das pessoas que estaria passando por uma experiência iria ficar com vontade de comer!

O McDonald ‘s já fez isso também. Em imagens que foram compartilhadas nas redes sociais, eles pintaram faixas de pedestres nos Estados Unidos em formato de batata frita dentro de uma caixa da marca.

Todas as pessoas que passavam riam e tiravam fotos para postar nas redes, o que fez com que a instituição tivesse a realização do marketing gratuito.

Marketing Verde

Tem o intuito semelhante ao marketing de programas sociais. Neste caso, as empresas tomam atitudes sustentáveis. Isso ocorre pois sabem que os clientes estão cada vez mais exigentes com as práticas que são tomadas em relação ao meio ambiente.

Para se ter uma ideia, tem gente hoje em dia que deixa de consumir algum produto apenas pelo fato de que não é ambientalmente correto.

Criar soluções para sua empresa, como economizar papel ou ser mais ecológica, são formas de diluir isso para a mídia e conseguir mais clientes interessados em comprar os produtos que têm a oferecer para elas.

O Marketing Verde está cada vez mais forte e não é por pouco, visto que os debates sobre a Amazônia e o que é ambientalmente correto estão em voga.

Investir nisso não se trata apenas de seguir uma tendência, mas também de manter o ambiente a salvo, tanto no quadro da fauna quanto da flora.

Marketing Viral

Por fim, mas não menos importante, a sua marca pode fazer uso do Marketing Viral, que nada mais é do que se aproveitar das tendências para fazer a criação de memes e campanhas.

Por exemplo, no caso do Big Brother Brasil é comum que as empresas façam campanhas com brincadeiras sobre o reality show para atrair quem assiste, mesmo que eles não estejam financiando o programa.

Outro exemplo clássico de marketing viral é sobre as campanhas de “setembro amarelo”. As marcas lutam contra o suicídio apenas porque é setembro.

Todo mundo segue a mesma onda de ação como forma de mostrar respeito pelas vítimas da depressão e da ansiedade, visto que os números estão cada vez maiores em todo o Brasil. Para se ter uma ideia, a venda de medicamentos calmantes teve alta de 17% no ano de 2020!

Quais são as principais características do Marketing Empresarial?

Ok, mas e quais são as características que são existentes no Marketing Empresarial?

  • Focado em identidade visual da marca com o uso de uma paleta de cores para as produções artísticas e divulgações;
  • Uso de ADS e outros tipos de marketing pago;
  • Site empresarial que permite que os clientes tenham conhecimento sobre a marca;
  • Marketing de conteúdo que se apropria do blog e das redes sociais;

Quais são as aplicações de Marketing Empresarial?

Você sabe quais são as aplicações de marketing atualmente? Veja abaixo a lista que separamos para te ajudar mais sobre o assunto!

  • Marketing Direto, que é aquele que acontece diretamente da empresa para o cliente;
  • Database Marketing (DBM), marketing que funciona através de uma grande escala de dados que são arrecadados por determinado portal ou questionário;
  • O Marketing de Relacionamento, geralmente está envolto no marketing de conteúdo em blog e em redes sociais. O E-mail Marketing também deve ser citado;
  • Marketing de Fidelização ou de Retenção, neste caso, há a teoria de que o cliente voltará a comprar. Principalmente caso tenha uma boa experiência de pós compra;
  • O Marketing um a um ou individualizado, é comum de acontecer no caso de vendedores;
  • Marketing Social, como já citado, acontece através de ações sociais que são promovidas pelas marcas.

Enfim, neste artigo de hoje a gente abordou um pouco mais sobre o que é Marketing Empresarial e como ele pode ser colocado em prática.

Se este conteúdo foi útil para você, compartilhe com seus colegas!

Ah, e claro, não se esqueça de vir conhecer mais publicações de marketing em nosso blog e saia daqui como um expert na área!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *