Início - Blog - Head tail e long tail: quais as diferenças entre essas palavras-chave?

Head tail e long tail: quais as diferenças entre essas palavras-chave?

Head tail e long tail: quais as diferenças entre essas palavras-chave? Head tail e long tail: quais as diferenças entre essas palavras-chave?
Head tail e long tail: quais as diferenças entre essas palavras-chave?

Para que a sua estratégia de posicionamento digital com marketing de conteúdo alcance a alta performance é essencial saber como aplicar as palavras-chave de head tail e long tail.

Entender o significado de cada uma delas e como implementá-las no seu conteúdo é primordial para o SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca). Por isso, elas devem ser bem trabalhadas tanto no SEO on page quanto no off page.

Neste post, esclarecemos o que são as palavras-chave de head tail e long tail e como usá-las. Tenha uma boa leitura!

Afinal, o que são as palavras-chave?

Elas são os principais critérios dos motores de busca, como o Google — são palavras, ou o conjunto delas, que expressam a intenção do usuário. É por meio delas que eles buscam tirar suas dúvidas nos sites de pesquisa. Conhecer o que elas são e a sua importância é essencial para profissionais de marketing e para empresas que querem desenvolver produtos digitais.

Elas devem ter um lugar especial na sua estratégia de posicionamento digital e têm relação direta com todas as frentes de SEO do negócio. A escolha dos termos devem considerar os objetivos do seu conteúdo, a persona e as etapas do funil de vendas. Além disso, o volume de buscas tem um papel crucial para a escolha de palavras-chave de head tail e long tail. A seguir, entenda mais o que são cada uma delas.

  • Head tail

    As palavras-chave conhecidas como head tail são termos mais curtos e gerais. O seu uso é indicado para conteúdos de topo de funil, ou seja, para a atração de leads, uma vez que elas têm baixa conversão. Além disso, a concorrência entre elas é bem acirrada e há um alto volume de buscas.

    Para garantir que o seu site esteja nas primeiras páginas dos motores de busca é essencial ter outras frentes de SEO, como o uso do Google Search Engine Optimization. O Google Analytics também é um recurso importante para identificar o comportamento do usuário nas suas páginas. Assim é possível identificar oportunidades de otimizar a experiência dele no seu portal.

  • Long tail

    As palavras-chave long tail são temos mais longos e específicos, e por causa dessa característica, elas têm uma performance maior quando o assunto é taxa de conversão. Em decorrência disso, elas devem ser implementadas para materiais do fundo do funil de vendas. É interessante destacar que elas têm uma concorrência menor, com baixo volume de busca, mas há mais facilidade para ranquear nas primeiras páginas dos motores de busca.

Quer descobrir como implementar essas táticas e criar um site de alto desempenho que atraia clientes?

Vamos conversar →

Como escolher a palavra-chave?

Na sua estratégia de mapeamento de conteúdo, você deve ter objetivos claros. Além disso, é essencial que haja o uso de ferramentas de busca de palavras-chave. Elas dão as informações sobre concorrência, facilidade de ranqueamento e sugestões de outras que podem ser usadas de forma substituta ou complementar.

Aplicativos como o Google Keyword Planner, Sem Rush e Ubersuggest são exemplos de buscadores de palavras-chave que trazem informações completas sobre elas. Com a adoção desses recursos, a sua estratégia de escolha de head tail e long tail é muito mais eficaz, pois é o resultado da análise de dados precisos.

Interessante o papel das palavras-chave head tail e long tail, não é verdade? Saiba que o universo do SEO é uma imensidão e que está constantemente passando por transformações. Nesse sentido, é essencial investir no aprimoramento contínuo dos seus conhecimentos sobre o assunto.

Se você quer aprofundar mais seus conhecimentos sobre o assunto, aproveite e confira o nosso post sobre os impactos das palavras-chave no SEO!

Receba novidades