• Blog
  • 10 dicas de design para websites de sucesso

10 dicas de design para websites de sucesso

10 dicas de design para websites de sucesso

10 dicas de design para websites de sucesso

Quando o assunto é design para websites, a primeira coisa que nos vem à cabeça é o visual da página web, ou seja, se o site é “bonito”. Mas o design vai muito além da aparência: hoje, ele é parte fundamental e estratégica na hora de projetar um site profissional.

É claro que os aspectos visuais têm grande importância, pois um bom design transmite profissionalismo e credibilidade. Mas não podemos esquecer que o design também é responsável pela experiência do usuário com a interface desenvolvida por meio de aspectos funcionais, afetivos e comportamentais.

Portanto, investir em um site com design atrativo e funcional é fundamental para que a sua empresa se destaque de forma sólida no meio digital, transmitindo sua mensagem de maneira coerente e efetiva.

Proporcionar uma boa experiência de navegação é fundamental para conseguir melhores resultados com seu site. Para ajudar você, listamos aqui 10 dicas importantes de design para websites. Vamos começar?

1. Menos é mais

Criado na Bauhaus, escola de artes fundada em 1919 na Alemanha, esse conceito é muito importante ainda hoje, principalmente quando falamos de design para websites.

O design do seu site deve priorizar o que é importante: ele precisa ser leve e de fácil interpretação, então evite um layout com muita distração, poluição visual, elementos e animações desnecessárias.

Você tem apenas alguns segundos para cativar a atenção do usuário, então o mais recomendado é utilizar um layout clean, elegante, direto e objetivo. Mantenha o foco nos pontos importantes e relevantes do seu negócio, com páginas leves, elementos bem posicionados e uma navegação fluida.

2. Atente-se à hierarquia da informação

O planejamento é crucial para os projetos de design para websites, e organizar hierarquicamente todo o conteúdo que vai estar presente no site é parte desse processo. Em outras palavras, é preciso definir a inserção de cada elemento de acordo com sua ordem de importância.

Para facilitar o entendimento, podemos exemplificar esse conceito utilizando o sumário de um livro. É no sumário que o leitor encontra os tópicos que são abordados na obra e, para que o conteúdo fique claro e faça sentido, é preciso que as informações estejam organizadas de forma coerente e hierarquizada.

A hierarquia vai guiar o usuário durante a navegação em seu site. Por isso, ela deve ser pensada de forma estratégica, garantindo que as ações façam sentido e tenham um objetivo bem definido.

3. Aplique a identidade visual da sua empresa

Assim como em todos os outros pontos de contato da sua marca, você também deve aplicar a identidade visual da sua empresa no website. Lembre-se que o sistema de identidade visual tem como principal objetivo criar uma unidade e uma padronização visual, o que facilita a comunicação e a fixação da marca por parte dos consumidores.

Portanto, elementos como cores, tipografia, grafismos e o logotipo da sua empresa também devem estar presentes no seu site, criando um padrão visual consistente.

4. Facilite a leitura

O usuário precisa consumir o conteúdo textual do site de forma fácil e confortável. Assim, é preciso se atentar na hora de escolher as fontes dos textos.

Normalmente, o ideal é definir uma família tipográfica padrão para utilizar em todo o website. Caso veja a necessidade em utilizar mais de uma fonte, aplique-a apenas para destacar algumas informações, como títulos ou citações.

Dessa forma, o visual do texto fica mais limpo e padronizado, fator que melhora a leiturabilidade — ou seja, a facilidade com que o usuário consegue absorver todo o conteúdo textual.

5. O design para websites deve ser responsivo

Um site responsivo é um site que possui um layout que se adapta perfeitamente ao tamanho e resolução da tela do usuário, reorganizando de forma automática o conteúdo e proporcionando uma melhor experiência de navegação, principalmente em dispositivos móveis como tablets e smartphones.

O design responsivo passou a ser uma obrigação para qualquer empresa que possui um site. Em 2014, o IBGE divulgou na Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios (Pnad), que os smartphones ultrapassaram os PCs, tornando-se o aparelho preferido do brasileiro para acessar a internet.

O próprio Google também anunciou que as buscas via dispositivos mobile já ultrapassaram as buscas via desktop, e que os sites responsivos vão ter prioridade nos resultados das buscas. Com base nisso, hoje é imprescindível que os projetos de design para websites contemplem o fator responsividade.

6. Utilize imagens de qualidade no site

Assim como a identidade, padronização visual, textos e outros elementos do site da sua empresa, as imagens precisam ser de extrema qualidade, pois desempenham um papel importante na hora de chamar a atenção e atrair os usuários para continuarem navegando no site.

Utilize imagens relevantes para o público-alvo da sua empresa e, se possível, invista na contratação de um fotógrafo profissional para adquirir imagens originais, exclusivas e com alta qualidade. Caso não seja possível, você pode adquirir algumas imagens em bancos de imagens pagos.

Como última opção, há diversos bancos de imagens gratuitos pela internet. O único porém, é que a chance de mais sites utilizarem as mesmas imagens aumenta consideravelmente.

7. Facilite a navegação

Procure facilitar e simplificar ao máximo a navegação em seu website. Crie um menu principal claro e objetivo, utilize links de forma estratégica durante os textos para complementar as informações e busque ao máximo indicar o caminho que o usuário deve seguir.

Se o site possuir um blog, ou então se tratar de uma loja virtual, é importantíssimo que as categorias e subcategorias estejam bem organizadas, de forma que as pessoas encontrem o que procuram de forma facilitada.

Busque instigar a curiosidade de quem estiver acessando o site e utilize “calls-to-action” (CTA), as chamadas para ação, seja em botões de ação com links ou no final dos textos para auxiliar o usuário na tomada de decisão.

De forma bem resumida, não complique!

8. Tenha um mecanismo de busca eficiente

Um campo de busca ajuda os visitantes a encontrarem de forma mais prática o que estão procurando, pois dependendo do que precisam a informação pode não estar com tanto destaque.

Deixe o campo de busca bem visível em todo o site. Também é importante que os resultados das buscas apareçam bem organizados, portanto, cuide para que essa ferramenta, criada para ajudar e ser funcional, não atrapalhe ainda mais a navegação e a experiência no website.

9. Cuidado com a quantidade de banners e anúncios

Durante o desenvolvimento do design para websites, é importante atentar-se para não incluir banners e anúncios em excesso.

Você já deve ter acessado algum site ou portal com uma infinidade de anúncios e banners de publicidade, não é mesmo? Ou pior, anúncios que ficam “pulando” na tela, ou abrindo novas abas no seu navegador, prejudicando muito a navegação. Situações como essas são desagradáveis para os usuários, e “empurrar” ofertas definitivamente não é a melhor opção para o seu negócio.

Dessa forma, priorize sempre um conteúdo de qualidade. Insira os banners, escolhidos a dedo, somente em locais estratégicos do website, para não prejudicar a navegação e nem incomodar os usuários.

10. Facilite o contato com a sua empresa

É importante que os visitantes do site encontrem facilmente as informações de contato da sua empresa.

Para isso, é preciso ter no site uma página de contato completa, em que o link esteja presente no menu principal, e que contemple todos os meios de contato que sua empresa oferece. Inclua também um formulário com poucos campos para o visitante preencher. Caso seu negócio ofereça orçamentos online, crie uma página exclusiva para isso, com um formulário mais extenso se for necessário.

Você também pode utilizar o rodapé do site para inserir as principais formas de contato, como telefone e e-mail, pois dessa maneira os usuários podem encontrar essas informações em todas as páginas do site.

Aproveite também para inserir links para as redes sociais em que sua marca está presente, ampliando as possibilidades de aproximação e conexão com os usuários.

Para finalizar, tenha em mente que você não está criando um site para você, mas sim para o público-alvo da sua empresa. É com essas pessoas que ele deve conversar. Portanto, imagine-se no lugar desses usuários para analisar se as informações estão bem dispostas e que não há barreiras na navegação.

Uma boa opção é pedir para outras pessoas navegarem pelo site, inclusive pessoas que não tenham muita afinidade com os meios digitais, para verificar como elas interagem com a interface e com a disposição das informações contidas no site. Testes como esse ajudam a encontrar pontos cegos no site, que devem ser otimizados no projeto final.

As tecnologias e as boas práticas na internet mudam constantemente, portanto, não hesite em firmar uma parceria sólida com uma empresa séria e qualificada para dar todo o suporte que for necessário, tanto no design para websites quanto na manutenção e otimização contínua do site.

É preciso sempre buscar melhorias de usabilidade, fazer correções e, acima de tudo, proporcionar para os visitantes uma experiência memorável.

Agora que você já conhece os principais conceitos de design para websites, que tal entender como aplicá-los ao seu negócio? Baixe gratuitamente o e-book “Guia rápido para melhorar a performance do seu site” e torne-se um expert no assunto!